sp.abra

Segundo a Abrasel-SP, estabelecimentos abertos estão dando mais prejuízo do que os fechados

1º.set.2020 às 18h01

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de SP (Abrasel-SP) enviou uma carta ao governador João Doria (PSDB) dizendo que a abertura de estabelecimentos nas condições impostas até agora pelo poder público como precaução à Covid-19 “não apresentou resultados esperados” e que “a tragédia dos bares e restaurantes persiste”.

"Perdem-se diariamente dezenas de estabelecimentos, investimentos, serviços e milhares de empregos", afirma a associação.

Segundo a entidade, a maioria dos estabelecimentos que decidiram reabrir em meio à pandemia “estão dando mais prejuízo que os que permaneceram de portas fechadas”.

No documento, o órgão pede que o governo estadual flexibilize ainda mais as regras para o funcionamento de casas do setor.

Entre os pleitos pretendidos estão a liberação de mesas na calçada, aumento na lotação para 60% dos assentos e abertura até a meia-noite --hoje, eles podem ficar abertos até as 22h, por no máximo seis horas e restrição de 40% da lotação.

“Gostaríamos, ainda, de discutir a possibilidade de reabrir casas de apresentações artísticas/musicais”, pede a Abrasel-SP.

Mônica Bergamo

Jornalista e colunista

Fonte: Folha de SP

Comentários