sp.abra

Para controle e arrefecimento da pandemia, a ABRASEL vem sugerir aos bares e restaurantes associados que estimulem e facilitem a vacinação de seus funcionários e, após dar prazo para os renitentes, recomenda advertência, inclusive por escrito e, em último caso, que demitam. Não é justo que esses trabalhadores coloquem em risco os colegas, clientes e demais pessoas com quem irão se relacionar. A Justiça do Trabalho tem decidido pela demissão por justa causa para funcionários que se recusem a tomar a vacina. Sabemos que essa área da justiça não é confiável quando deve se tomar medidas tão enérgicas com o trabalhador, mas pelo menos até agora, tem decidido pelo óbvio, proteger a comunidade.

Mesmo que assim não fosse, um funcionário sem vacina pode ser uma vítima fácil para a Covid-19 e causar estrago na empresa, condenação a indenizações por transmissão da doença, além de insegurança, perda de clientes, desgaste do nome no mercado etc. A ABRASEL irá ajudar com orientações e, na área jurídica, auxiliar associados que tiverem problemas com resistência de funcionários a se vacinarem.

Por outro lado, a entidade enviará cartazes, nos próximos dias, sugerindo que proprietários os coloquem em lugares visíveis para funcionários e clientes, estimulando-os a se vacinarem e a manterem os protocolos sanitários em destaque, até termos mais segurança com relação ao fim da pandemia. É de interesse de toda a sociedade que cuidemos da saúde de nossos trabalhadores, clientes e terceiros que conosco trabalham.

Clique aqui e baixe o cartaz de incentivo a vacinação

ABRASEL SP

Comentários