sp.abra

ABRASEL SP TEM NOVA DIRETORIA

Por ser entidade que se orgulha de ser democrática desde o berço, a ABRASEL fez eleição para o conselho de administração e conselho fiscal neste último dia 08, conforme amplamente anunciado e o edital de convocação sendo enviado a cada associado por duas vezes. Foi eleita por aclamação a chapa inscrita, que reuniu os muitos colegas que se propuseram a levar a frente o crescimento da entidade. Sai Percival Maricato e entra Joaquim Saraiva na presidência do conselho de administração. Sai Henrique Levy e entra Ricardo Gomes na presidência do conselho fiscal. No total são mais de 20 colegas eleitos, dos mais variados estabelecimentos, e que se dispuseram a gerir a ABRASEL SP como equipe, grupo, todos com votos iguais (demais nomes: clique aqui).


POSSE DE DIRIGENTES PARA 2020/2023

A posse da diretoria eleita para gerir a ABRASEL SP até 2023, acontece no auditório da entidade, com público limitado a eleitos, poucos convidados e inscrições antecipadas e limitadas. Importante dizer que muitos jovens fazem parte dos novos dirigentes, esforço da entidade para revelar novas lideranças. A chapa eleita foi a RECONSTRUINDO, alusão ao foco principal que terá nos próximos anos, que será a reconstrução do setor, o resgate e fortalecimento de suas empresas, a busca de parceria em toda a cadeia, visando normalizar e fortalecer o mercado de bares e restaurantes.


PRESTAÇÃO DE CONTAS

A gestão que deixa a ABRASEL prestou contas na mesma assembleia de eleição, contas feitas pelo contador da entidade, analisadas pelo conselho fiscal, cujo relatório favorável do presidente Henrique Levy, um dos fundadores da ABRASEL SP, foi aprovado por aclamação. Em resumo, a ABRASEL quintuplicou o número de associados e a receita, fez reserva financeiras expressivas, tornou lucrativa sua participação, antes deficitária, em eventos (mais de cem mil reais ano), ocupou espaços nas feiras ANUFOOD, FISPAL, APAS, SEBRAE e outras, passou a realizar seus próprios eventos (feira da cachaça e outras), criou a ESBRE, que já realizou 12 cursos intensivos de empreendedorismo no setor, criou a REGGA, que permite registrar criações originais na gastronomia, publicou boletins regulares, tornou-se fonte das principais mídias do país, etc. A ABRASEL quintuplicou em tudo e essa é a meta da nova gestão, QUINTUPLICAR TUDO.


AVALIAÇÃO: 80% DO SETOR PERMANECE FECHADO

Os que abriram, os que não podem ou não querem abrir, em espaços públicos, restrições de lotação e horário – posição da Abrasel e perspectivas

Como previsto, a reabertura dos restaurantes começou de forma frágil, com média de 20% da clientela possível na maioria dos estabelecimentos. Para a ABRASEL, 80% do potencial do setor ainda não foi ativado. Além dos que não abriram as portas na hora do almoço, há os bares, restaurantes, pizzarias que funcionam no período noturno. E até quem trabalha com café da manhã. Para a ABRASEL, é justo que sejam abertos e o critério para abrir seja obediência estrita aos protocolos e não a definição de períodos do dia. A flexibilização de horário e o retorno do uso de mesas nas calçadas, onde o risco de contaminação é muito menor, é urgente.


A ABRASEL FAZ AÇÕES PARA REABRIR CAFETERIAS, PIZZARIAS, BARES E RESTAURANTES NOTURNOS

Por ocasião do dia da Pizza, enviou ofício (ao governador prefeito secretário de Turismo e presidente da Comissão de Turismo) nesse sentido, mostrando que não tinha lógica manter pizzarias fechadas, pois não apresentavam riscos de quebra de protocolo. Outro ofício também no mesmo sentido pediu reabertura de bares, restaurantes e demais atividades no setor que funcionam à noite, bastando que cumpram o protocolo.

Para a ABRASEL, apesar da mídia falar em liberalização da atividade econômica por parte do governador, menos de 30% do potencial do setor de bares e restaurantes foram ativados. Dos que foram autorizados a funcionar, 59% se recusaram. E todos os acima citados, que trabalham pela manhã ou a noite não podem abrir as portas.

Restaurantes: serviço essencial, necessário e seguro

A ABRASEL tem defendido a reabertura com argumentos diversos, sendo um dos que mais receberam atenção foi o fato de que é muito mais seguro aos trabalhadores comerem comida variada, saudável em ambiente higienizado, arejado, do que marmitas, aglomerados em fundos de lojas, oficinas, escritórios, ou no meio fio das calçadas. Outro argumento é que o setor é muito mais preparado do que qualquer outro, pois trabalha respeitando regras de higiene, segurança alimentar, prevenção de contaminação, no seu dia a dia. Por fim, somando a produtividade dos estabelecimentos, eles são relevantes para o PIB, tributos, investimentos e socialmente relevantes pelos empregos.


A ABERTURA DOS BARES EXIGIRÁ RESPONSABILIDADE EXCEPCIONAL DOS PROPRIETÁRIOS

A responsabilidade dos proprietários de bares com funcionários e clientes fica muito maior com o sinal verde da reabertura, responsabilidade que deve ser decidida com autoridades e a sociedade. Será muito diferente do que aconteceu com restaurantes, pois a população está visivelmente ansiosa para exercitar sua humanidade, rever amigos, tomar chopinho, jogar conversa fora, celebrar a vida. E como chegar a um bar e ter recusada uma cervejinha, mesmo prometendo ir beber na rua? A reabertura no Rio de Janeiro provocou aglomerações em uma rua do Leblon e proibição de mesas nas calçadas por todo o país. E bares voltaram a ser fechados. A reabertura em São Paulo exigirá esforços de proprietários, funcionários, autoridades e principalmente da população. O proprietário poderá trabalhar com reservas e não vender, de forma alguma, no início, bebidas ou petiscos para quem não estiver sentado em uma mesa. As autoridades deverão reforçar a fiscalização e penalizar quem abusa. A colaboração da população e um pouco mais de paciência, é essencial. O que não pode são os bares ficarem fechados, atividade essencial para quem gosta interagir, socializar-se, conhecer pessoas e ver amigos, escalar a seleção e criticar o patrão.


ABRASEL CRITICA PAPEL DOS BANCOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DURANTE A CRISE

A ABRASEL avalia como lamentável a conduta dos bancos durante a crise, humilhando milhares de pequenos empresários do setor que a eles se dirigiram para obter empréstimos. Pediam fichas, documentos e mais documentos, fizeram com que milhares voltassem a suas agências, não liberaram financiamentos e se julgam no direito de sequer explicar o motivo. Certamente sabiam, desde o início, que os tais financiamentos prometidos pelo governo não seriam concretizados e se prontificaram a ser cúmplices, acenando com liberação de créditos, vendendo ilusões. Os poucos que obtiveram, tiveram que dar muitas garantias e pagar custosos seguros. A ABRASEL enviou protesto a FEBRABAN e seu jurídico ajuizará ações de indenização por danos materiais (tempo perdido, no mínimo) e moral (enganação, omissão de informações) para os associados que foram vítimas. A ABRASEL também agiu contra a ENEL, empresa de energia, que fez cobranças e protestos abusivos.


SÉRIE DE WEBINAR IRÁ TIRAR DÚVIDAS DE EMPRESÁRIO SOBRE A REABERTURA

Tendo em vista a reabertura dos estabelecimentos, os reflexos da pandemia e as novas legislações, a ABRASEL realizará vários webinars, nos quais os participantes poderão tirar dúvidas com os palestrantes, advogados e consultores da entidade.

1. PROBLEMAS DE CONTRATOS COM BANCOS, LOCADORES, FORNECEDORES, PRESTADORES DE SERVIÇO

Na plataforma Zoom, os advogados da ABRASEL SP explicarão como estão sendo os reflexos da pandemia nos contratos feitos pelos estabelecimentos, os problemas e as soluções. Ao final, os inscritos poderão tirar dúvidas com os palestrantes. Inscreva-se na secretaria. Palestrantes Percival Maricato e Julio Gomes.

2. PRORROGAÇÃO DE CONTRATOS DE TRABALHO E REDUÇÃO DE JORNADA E SALÁRIO

Na plataforma Zoom, sobre a MP 936, agora lei que permitirá flexibilização de relações trabalhistas; prorrogação de contratos, redução de jornada e salários, custos de demissões, proteção ao trabalhador e afastamento por suspeita de contaminação etc. O palestrante será o Dr. Fábio Zinger Gonzalez, do Jurídico da entidade, que possui mais de 30 anos de experiência em direito trabalhista e é autor de várias cartilhas disponibilizadas no site da ABRASEL. Os associados que quiserem participar, se informar e tirar dúvidas poderão se inscrever na secretaria.

3. REFLEXOS TRIBUTÁRIOS DA CRISE DO COVID

O adiamento no pagamento dos impostos para quem está no SIMPLES ou demais empresas. O que se pode economizar deixando de pagar impostos irregularmente cobrados. Os pedidos de isenção de IPTU. O que pode acontecer com quem atrasar impostos, nas áreas administrativa, tributária e penal. A possibilidade de anistias futuras. Palestrantes Diogo Telles Akashi (tributarista) e Evandro Joaquim (penalista).

4. PRECAUÇÕES A SEREM TOMADA POR QUEM PENSA EM FECHAR AS EMPRESAS

Tempo de crise e muita gente está ou terá que fechar empresa. Uma série de providências podem ser tomadas por quem quer evitar problemas futuros, reclamações trabalhistas, execuções fiscais, cobranças por credores, etc, que poderão durar décadas, atormentar o empresário e atingir seu patrimônio pessoal, heranças etc. O encerramento cauteloso pode evitar problemas e permitir novos empreendimentos em poucos anos. Palestra do Dr. Percival Maricato.

Datas a serem definidas, aguardem nas próximas divulgações.


GASTRONOMIA LÍQUIDA: DRINQUES CLÁSSICOS – APRENDA A FAZÊ-LOS

Com a ESBRE e BARES SP, a entidade inaugura a série GASTRONOMIA LÍQUIDA e promoverá o Webinar de Coquetéis Clássicos, onde se contará a história de drinques clássicos e ensinará profissionais do setor e o público em geral, a fazer caipirinha, dry martini e muito mais. Entre os convidados haverá empresários em geral, profissionais liberais, donas de casa, enfim, nada como saber fazer um drinque em casa, tão bom como se fosse um barman. Os proprietários de bares e restaurantes poderão aprender ou inscrever funcionários que devem saber fazer drinques. Em breve divulgaremos a data.


CURSOS NA CASA DA GASTRONOMIA

Empresários e profissionais do setor ou quem quer profissionalizar-se ou aperfeiçoar conhecimentos podem ter acesso ao retorno dos cursos da ESBRE, CONPIZZA E BARES SP. O da ESBRE, intensivo sobre gestão de bares e restaurantes, terá lugar nos dias 27 a 28,(clique aqui). Os de barmen, barista ou garçom, podem ser feitos no BARES SP (clique aqui) e os de massas e pizzas podem ser feitos no Instituto Conpizza (clique aqui). Associados da ABRASEL tem direito a desconto e prioridade na inscrição (vagas limitadas para permitir distanciamento e seguir protocolos).


VÍDEOS DO SP CONVENTION BUREAU AJUDARÃO A TRAZER CLIENTES NO PÓS CRISE

O São Paulo Convention Bureau, entidade que a ABRASEL integra e apoia, divulgará amplamente em canais de TV de alcance nacional, aviões, etc, vídeos com os protocolos que estarão sendo obedecidos pelos estabelecimentos para transmitir confiança e trazer os clientes de volta para os bares e restaurantes de São Paulo. São excelentes e agradáveis para treinamento em protocolos.


GUIA DE BARES E RESTAURANTES

Os associados da ABRASEL serão divulgados em um guia virtual da entidade, com a marca da Bares SP. Diferente e dinâmico, o guia permitirá que o associado interaja eletronicamente com sua página, onde também se poderá divulgar promoções, fazer reservas etc. A Abrasel divulgará amplamente o Guia, inclusive com participação de secretarias e conselhos de turismo, estaduais e municipais, Embratur, Conventions Bureaus, associações comerciais, secretarias e órgãos de turismo etc., além de divulgá-lo em mídias sociais. Será um dos instrumentos com que o setor recuperará clientes e atenderá turistas. Nesta 1º edição, o guia terá informações sobre a adequação do estabelecimento e as restrições ditadas pelo Covid 19. O lançamento está previsto para agosto. (Mais informações na Abrasel)


VÍDEO-CONFERÊNCIA: ABRASEL E ASSOCIAÇÃO DOS PUBS DA INGLATERRA

Com apoio do consulado britânico, dirigentes da ABRASEL SP e da Associação de Pubs e Restaurantes do Reino Unido farão uma vídeo conferência para troca de informações e de soluções encontradas para enfrentar a crise e trazer clientes de volta. Os trabalhos já se iniciaram e na ABRASEL se notou que os ingleses têm um único protocolo nacional, a que se adequam as regiões e tipo de estabelecimento e liderança nacional para dirimir dúvidas, tudo que falta no Brasil. Os ingleses notaram várias particularidades no protocolo da ABRASEL, mas estranharam a ênfase na recomendação de se evitar cumprimentos calorosos na reabertura. É que na Inglaterra isso não é tão comum.


REDE ABRASEL: PRÁTICA, RÁPIDA E GRATUITA 5 MIL

A Rede Abrasel é uma rede profissional exclusiva para quem trabalha e empreende no setor de bares e restaurantes, tem o objetivo aproximar pessoas, compartilhar conhecimento e informações. Comunidades temáticas, materiais exclusivos e presença de especialistas são alguns dos recursos da plataforma desenvolvida pela Abrasel para se relacionar, trocar dicas, dúvidas e experiências com empresários do setor de alimentação fora do lar do país inteiro. Em uma crise de tantas incertezas, estar bem informado e conectado com quem vive os mesmos problemas que você e com quem têm soluções para o seu negócio é essencial. Inscreva-se, junte-se a 5 mil colegas já inscritos: https://www.redeabrasel.com.br/


CURTAS:

TPU SÓ EM 2021: Continuando sua luta por isentar os empresários de ônus a ABRASEL peticionou ao prefeito e ajuizou ação contra pagamento do IPTU E TPU. Apoiou o PL agora aprovado na Câmara, isentando estabelecimentos de pagar TPU este ano, projeto que está na mesa do prefeito para receber sanção. Quem pagou poderá descontar no ano próximo. Foi importante na aprovação a intervenção do vereador Rodrigo Goulart, empresário do setor e diretor da ABRASEL.

Novas linhas de créditos e programas de pagamentos de impostos atrasados sem juros: Há diversas novas linhas de créditos e fórmulas de pagamentos de tributos atrasados. Os empresários devem procurar contadores ou informarem-se enviando e-mail para ABRASEL SP. (Clique aqui)

Abrasel SP ajuda na abertura dos estabelecimentos do interior e combate a lei seca: a ABRASEL elaborou petição argumentando porque estabelecimentos do interior devem reabrir junto com comércio local e que empresários locais devem dirigir a prefeitos, vereadores, mídias, formadores de opinião (clique aqui). Petição semelhante foi enviada diretamente ao prefeito de Santo André (clique aqui), a pedido de empresários locais, contra tentativas do Ministério Púbico de impedir reabertura. Em Bauru, convidada pelos empresários locais e vereadores, a entidade participou de audiência pública, procurando esclarecer dúvidas. Vem auxiliando colegas de várias cidades também na luta contra leis secas locais, enviando inclusive peça judicial quando negociações não evitam a proibição absurda e preconceituosa de vender bebidas.

Intervenções na mídia: nos primeiros 20 dias de junho a ABRASEL SP, acumulou mais de cem participações na mídia, abordando diversos aspectos das atividades do setor, problemas, reinvindicações (prioridade para financiamento, aprovação da MP 936, reabertura, mas também fazendo denúncias de abusos de fornecedores, pleiteando benefícios etc.), em jornais de TV (uma dezena na TV Globo), mídias impressas, programas de rádio, etc. Terminando o mês será elaborado e publicado boletim com as principais intervenções.

Parceria da Abrasel SP com o U.S. Dairy Export Council - USDEC

Se você associado, utiliza o nome Parmesão, Gorgonzola ou Fontina em seu cardápio/descrição de produto preencha o formulário e a lista preliminar de usuários prévios construída pelo MAPA aqui a fim de garantir o direito a usar tais nomes comuns. O Ministério da Agricultura decidiu abrir uma consulta pública aberta até o dia 07 de agosto solicitando que todos aqueles indivíduos e empresas interessados em entrar na lista de usuários prévios se manifestem. Envie esta informação para seu fornecedor ou distribuidor.

Debate com Sindicato de Nutricionistas sobre Lei de doação de alimentos

O Diretor adjunto Marco Amatti participou de debate com Sindicato dos Nutricionistas de SP tratando da Lei Federal Nº 14.016, DE 23 DE JUNHO DE 2020 que trata do combate ao desperdício e a viabilidade de doação de alimentos por bares e restaurantes. Ficou claro que o projeto ainda que positivo, necessita de regulamentação. A Abrasel também tem discutido com o sindicato a aproximação dos profissionais de nutrição do setor de bares e restaurantes, sem, no entanto, contratações obrigatórias. Sobre isso a ABRASEL esclarece que já tem ação judicial vitoriosa.

ABRASEL SP apoia o IRAPA (Instituto de Referência e Apoio a Projetos Assistenciais do Brasil)

A ABRASEL SP vai apoiar com divulgação os projetos do IRAPA ( https://irapa.org.br/).

A Instituição desenvolve projetos para melhoria de condições em casas de repouso para idosos e aceita doações de equipamentos e utensílios.

Reabertura da Paulista: a ABRASEL tem participado de discussões sobre a reabertura de atividades comerciais na região da Av. Paulista, em parceria com a associação Paulista Viva e outras entidades.

CACHAÇA SHOW BRASIL II

A ABRASEL SP fará a segunda edição do evento que reúne em um único dia tudo sobre a cachaça, com debates, exposição e degustação de marcas, comercialização e promoções, eventos culturais, concursos de drinques com a bebida que é patrimônio brasileiro e outras atividades.

Comentários