14/03/13 - Alimentação lidera o mercado de franquias

 

Em 2012, 49 novas marcas de fast food e restaurantes foram abertas no Brasil

Estudo da Rizzo Franchise, consultoria que realiza pesquisa sobre o setor de franquias na América Latina, aponta que em 2012 foram criadas 162 novas marcas no mercado brasileiro. Entre elas está a Casa de Bolos, especializada nesses doces caseiros, criada por uma família para solucionar a necessidade de trabalho da matriarca, Sonia Ramos. “Em 2010, criamos uma unidade em Ribeirão Preto, para que minha mãe e meu irmão mais novo pudessem trabalhar”, conta Fabrício Ramos.

O empresário afirma que a aceitação foi tão boa que surpreendeu a todos. “Os clientes nos procuravam para propor negócios envolvendo a marca.” No primeiro ano, foram criadas 13 unidades por outros membros da família. Um ano e meio depois a empresa vendia 300 bolos por dia e eles decidiram procurar a Associação Brasileira de Franchise (ABF) para transformar o negócio em franquia.

A expansão ocorreu em 2012. Hoje, a marca está consolidada e tem 42 lojas em operação e mais 12 com inauguração prevista para o final de março. “Além disso, temos mais 28 lojas negociadas, com contratos assinados, que estão em processo de montagem.” Ramos diz que hoje a rede produz cerca de seis mil bolos por dia, com faturamento médio diário de R$ 60 mil.

Segundo Marcus Rizzo, responsável pelo estudo, em 2012 o ranking das franquias manteve o mesmo perfil do ano anterior, tendo à frente negócios nas áreas de alimentação, saúde e beleza, seguidos por vestuário. “Uma coisa interessante é a vitalidade desse mercado, independentemente de crises ele se mantém com taxas de crescimento e de desejo por franquias muito grande”, ressalta.

Para Rizzo, o segmento de alimentação ainda tem muito campo para crescer. “Quando ocorre um crescimento na capacidade de consumo da população, o primeiro grande consumo dela é com alimentação, o segundo é educação e treinamento, seguido de vestuário”, avalia.

Um dos sócios da franqueadora Nossa Empada, Renato Lino, conta que conheceu o franchise quando trabalhava com marcenaria. “Ajudei muita gente a transformar projetos de loja de franquia em realidade. Foi assim que conheci e me interessei por esse formato de negócio”, conta.

A oportunidade de mudar de ramo de atividade surgiu quando Lino montou um quiosque da marca Nossa Empada para o fabricante do petisco. “Ficamos amigos e propus a ele uma sociedade para transformar o negócio em franquia. Ele concordou e partimos para fazer testes para formatar o modelo de negócio e definir o público alvo.”

Lino afirma que o mercado buscado pela marca é a classe C. “Mas atingimos também o público B pela qualidade do produto e a classe E pelo custo. Muitas vezes a pessoa não tem dinheiro para fazer uma refeição de R$ 20 e recorre ao nosso quiosque.”

Hoje, um ano depois, a marca possui 11 unidades instaladas e três em processo de implantação. O segredo da receita é mantido na fábrica instalada em Osasco, onde são produzidas cerca de 2.300 empadas por dia.

Em Belo Horizonte, a demanda por alimentação no varejo chamou a atenção do empresário Aluizer Lopes. “Eu trabalhava numa indústria de alimentos para venda no atacado e percebi que existia boa oportunidade para realizar as vendas no varejo.” Surgia assim, em 2010, a primeira loja da Império das Tortas. “O interesse do público foi grande e fomos abrindo novos pontos em universidades, rodoviária e aeroporto. O passo seguinte foi transformar a marca em franqueadora. No decorrer de 2012 foram instaladas sete unidades franqueadas. No momento, temos oito pontos em processo de implantação.”

A partir deste ano, Lopes afirma que a empresa passará a comercializar kit com mini salgados congelados. “Com o kit festa vamos complementar o mix de produtos para festas, porque já vendemos bolos confeitados e tortas, tudo congelado.”

QUANTO CUSTA

Casa de Bolos

O investimento inicial fica entre R$ 90 mil e R$ 100mil, incluindo a taxa de franquia, compra de equipamento, reforma da loja e o primeiro estoque de matéria prima. O valor é parcelado em até seis vezes e o retorno ocorre entre 18 e 36 meses. Os royalties são cobrados com valor fixo de R$ 800 a partir do terceiro mês de funcionamento.

Nossa Empada

O investimento de R$ 50 mil inclui a instalação do quiosque com todos os equipamentos, treinamento da equipe, e recebimento do produto. Os royalties giram em torno de 3% do faturamento bruto mensal do franqueado.

Império das Tortas

Para montar um quiosque da marca o investimento é de R$ 50 mil, mais royalties mensais de R$ 676 que inclui a estrutura e os equipamentos como forno e máquina de refresco, além de treinamento. O preço para franquear uma loja fica entre R$ 70 mil a R$ 90 mil, com royalties mensais de R$ 1 mil. O valor inclui balcão, equipamentos e treinamento da equipe. O contrato dura cinco anos mas é isento de taxas.

 

Fonte: Estadão PME