04/03/13 - Bombons e chocolates devem movimentar R$ 4,4 bilhões na Páscoa

 

A informação é do IPC Maps 2013, banco de dados que mapeia o potencial de consumo do País, segmentado por tipo de produto, classe social e municípios, entre outros.

Para exemplificar a mobilização de gastos dos brasileiros nesse item de consumo, Marcos Pazzini, diretor da IPC Marketing Editora, destaca que a classe B será responsável pela maior parte consumo, o equivalente a R$ 1,91 bilhão, ou seja, 43,1% do mercado sazonal de chocolates e bombons, em 2013. Em 2012, a classe que mais consumiu foi a classe C. Em segundo lugar em 2013 está a classe C, que deverá responder por 39,3% desse mercado, ou seja, um valor da ordem de R$ 1,74 bilhão. A classe A, por sua vez, garantirá o consumo equivalente a R$ 457,2 milhões, correspondendo a 10,3% do potencial de consumo de chocolates e bombons durante a Páscoa.

Já as classes D e E ficam com a parcela de 7,2%, representando o valor de R$ 318,3 milhões.

Os indicadores ainda apontam gastos da ordem de R$ 30 bilhões na compra de doces em geral ao longo do ano, sendo R$ 9 bilhões somente no consumo de chocolates e derivados. Em 2012, os gastos com a categoria foram da ordem de R$ 27 bilhões ante os R$ 8,2 bilhões somente com chocolates e derivados.

 

Fonte: Redação SM