16/01/13 - Jovens ricos são os que mais consomem cervejas premium

 

26% dos consumidores entre 18 a 24 anos afirmam beber marcas internacionais e artesanais. O declínio de aceitação ocorre de forma gradual a partir dos 35 anos

Os jovens e adultos das classes mais altas são os que mais consomem as marcas premium de cervejas. Os dados do relatório da Mintel mostram que 25% dos brasileiros das classes A e B afirmam beber marcas internacionais. Dos entrevistados de classe média, os números são divididos entre 18% da C1 e 11% da C2.

 

Nas classes D e E a porcentagem cai para 7%. Os produtos têm aceitação de 26% entre consumidores de 18 a 24 anos e 23% entre 25 a 34 anos. A partir de 35 anos, esse número entra em declínio gradual.

Por causa dessa característica, o segmento premium faturou R$ 5,28 bilhões em 2011 e representa 12% do mercado. As vendas registraram crescimento de 18% em relação a 2010, enquanto as cervejas standart tiveram redução de 2% no mesmo período, segundo as últimas pesquisas divulgadas pela Mintel.

Fonte: Exame.com