27/12/12 - "Direto de Brasília": Bares querem também desoneração

 

A pretensão do empresariado do segmento é substituir o recolhimento de 20% da contribuição previdenciária mensal sobre a folha de pagamento

A Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares e outras entidades empresariais do segmento de alimentação fora do lar pediram ao secretário-executivo do Ministério do Turismo, Valdir Moysés Simão, a inclusão do segmento no Plano Brasil Maior. A ideia é obter a desoneração da folha de pagamento, que foi concedida a 40 segmentos da economia.

 

A pretensão do empresariado do segmento – que tem um milhão de empresas presentes em todos os Municípios brasileiros – é substituir o recolhimento de 20% da contribuição previdenciária mensal sobre a folha de pagamento e contribuir com 1% do faturamento bruto da empresa.

As entidades que encaminharam a demanda foram a Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (FNHRBS), a Associação Brasileira de Franquias (ABF - Alimentação), a Associação Nacional de Restaurantes (ANR) e a Abrasel.

Fonte: DCI