04/12/12 - Cervejas premium nos copos

 

O consumo de cervejas premium no país continua em alta. Segundo relatório da Mintel, empresa britânica especializada em pesquisas de mercado, o consumo dessa categoria cresceu 18% em 2011 sobre o ano anterior, aumentando sua participação de 11,4% para 12% do mercado de cerveja do país e movimentando cerca de R$ 5,3 bilhões.

 

 

O estudo classifica como “notável” o crescimento no consumo das marcas Budweiser, Heineken e Stella Artois nos últimos dois anos no país e destaca o grande esforço de marketing realizado por suas fabricantes no mercado brasileiro. E na briga dessas três gigantes da categoria, a holandesa Heineken leva vantagem com 63% de citação entre os entrevistados que afirmam beber marcas internacionais, contra 21% de Budweiser e 15% de Stella Artois.

A Mintel projeta ainda que o mercado de cerveja em geral chegue a 13,3 bilhões de litros este ano, movimentando cerca de R$ 48 bilhões. E que em 2017, o volume saltará para 15,3 bilhões de litros e com um valor próximo dos R$ 70 bilhões.

 

Veículo: Brasil Econômico