06/11/12 - Schincariol e Kirin um ano depois

 

Um ano depois de adquirir 100% do controle da Schincariol, a japonesa Kirin comemora um crescimento de aproximadamente 12% nas vendas, em litros, em relação ao baixo volume registrado pela cervejaria no início do último trimestre do ano passado.

"Eu mesmo visitei a Schincariol algumas vezes este ano e vi um grande progresso no plano de integração da empresa", afirmou Senji Miyake, presidente mundial da Kirin, em apresentação a investidores, em Tóquio, no final de outubro. Em seu discurso, Miyake lembrou que a Schincariol, há um ano, vinha num ritmo decrescente de vendas. Por mais de seis meses no ano passado, até o início de novembro, quando foi finalizado o negócio com a Kirin, a Schincariol ficou em compasso de espera. As vendas chegaram a ter queda de 5% em relação ao primeiro trimestre de 2011. A empresa perdeu até o posto de segunda maior do mercado para a Petrópolis, da cerveja Itaipava.

 

Mas, a partir de março, disse Miyake, as mudanças implementadas pelo novo time, "formado por executivos japoneses e locais, comandados por Gino (Di Domenico, presidente da Schincariol)" começaram a surtir efeito. "Para recuperar a segunda posição, ainda precisamos melhorar nossa distribuição, principalmente no Sul e Sudeste", disse. A meta é fechar o ano com uma alta nas vendas, em litros, de 2,8% sobre o total negociado no ano passado. O faturamento, segundo o presidente, deve ser 10% maior que o de 2011.

Fonte: O Estado de S.Paulo