15/10/12 - Delivery noturno de bebidas geladas dá lucro em SP e no Rio

 

Diante de uma necessidade própria, grupos de amigos resolveram oferecer um serviço que hoje é bastante requisitado em São Paulo e no Rio de Janeiro: o delivery de bebidas geladas e outros itens

Jogando pôquer com os amigos, Bruno de Rosa descobriu um problema comum a muita gente: a cerveja acabava antes do fim da festa. Foi aí que nasceu a ideia de montar um delivery noturno de bebidas geladas em São Paulo, o primeiro da cidade.

“O produto tem que estar gelado, a entrega tem que ser rápida, e temos que oferecer a solução completa. Então ele compra tudo com a gente, o carvão, a bebida...”, diz Bruno, sócio-diretor da Gelada Express.

A Gelada Express começou com 14 pedidos por semana. Hoje, o negócio atende 190. Para manter a qualidade do atendimento, a empresa delimitou o raio de atendimento em 100 quilômetros quadrados. “Existe uma distancia ideal para manter a qualidade que a gente prima, e para atender aos principais bairros da capital”, declara Bruno.

Outra empresa de São Paulo que faz entrega durante a madrugada é a Disque Gelada, que tem menos de um ano de existência e teve que ampliar o cardápio.

“Salgadinho, chocolate, refrigerante, whisky, vinho... A gente tem os horários de pedidos de pré-festa e de pós-festa. Depois de um determinado horário, o povo está com fome, a ressaca vem... ai vem o chá de boldo! Então esses pedidos são bem requisitados durante a madrugada”, conta Denise Lima, do Disque Gelada.

 

No Rio de Janeiro, Leon Schaefer e um amigo entraram em parceria com um bar famoso da cidade para não precisarem estocar mercadoria. Eles abriram o delivery Alô Madruga.

“Até pensamos em criar nosso próprio drink, mas a gente queria algo que fosse mais fácil, que já fosse tradicional. E aí pintou a ideia do Bar do Oswaldo”, conta Leon.

O delivery acabou aumentando em quase 30% a venda de batidas do bar para residências. Hoje a Alô Madruga entrega 160 garrafas de batida e mil longnecks por mês. O preço da garrafa é o mesmo, mas o Alô Madruga cobra R$ 5 de taxa de entrega.

 

Fonte: Globo News