27/08/12 - Franquias de alimentos faturam mais que a metade de todo o setor

 

Registrando faturamento de R$ 7,3 bilhões em 2011, as franquias do segmento de alimentos esperam ter crescimento de 27% neste ano

Registrando faturamento de R$ 7,3 bilhões em 2011, as franquias do segmento de alimentação correspondem a 50,3% do faturamento do setor em geral. É o que revela a pesquisa “Panorama Global das Franquias do Setor de Food Service” da ABF (Associação Brasileira de Franchising) e ECD divulgada nesta quinta-feira (23).

Segundo o estudo, a expectativa para 2012 ainda é maior: espera-se crescimento de 27% em relação ao ano anterior. “As bases deste otimismo estão na abertura de novas lojas e em um segundo semestre mais ativo que o primeiro. O número de lojas deverá crescer cerca de 25%, em 2012. Já em 2014, a previsão é de que tenhamos 75% mais lojas do que em 2011”, diz o coordenador do Grupo Setorial de Redes de Alimentação da ABF, João Baptista Jr.

 

Nos primeiros cinco meses deste ano, o faturamento já cresceu 15% em relação ao mesmo período de 2011. Utilizando o critério mesmas lojas, a taxa registrou alta de 11%. O maior crescimento previsto para este ano é nas franquias de doceria/sorveteria, com 57%.

A lista segue com snack e cafeteria, com expectativa de crescimento de quase 40%, pizzas e massas, com 36%, sanduíches, 25%, comida variada, 19%, e comida asiática, com previsão de aumento de 12%.

 

Faturamento por profissional

O faturamento médio por profissional também apresentou alta, registrando R$ 48.128,14. O setor de pizzas e massas foi o mais expressivo na pesquisa, com R$ 75.488,57, seguido de comida asiática, R$ 53.383,94, e snack e cafeteria, com R$ 45,4 mil. Apresentando o faturamento por funcionário mais baixo, o setor de doceria e sorveteria tefaturou R$ 18,8 mil.

Todas as franquias de alimentação tiveram alta nas contratações. Nesse quesito, doceria e sorveteria teve a maior alta nos números de profissionais, com 34,5%. Acompanhando o setor, aparecem pizzarias e massas, com 30%, e comida variada, 17,3%. O nível mais baixo de contratações foi do setor de sanduíches, com 2,7%.

 

Metodologia

A pesquisa teve participação de 40 marcas e 3,18 mil unidades de franquia, o que representam 32% das que operam no mercado brasileiro. Foram analisados seis segmentos presentes no setor de redes de alimentação: comida asiática (10%), pizza/massas (12%), comida variada (45%); doceria (7%); snack/cafeteria (13%) e sanduíches (13%).

 

Fonte: Infomoney