Rede de frutos do mar encerrou seu restaurante em South Beach (Miami, Estados Unidos) após o faturamento ficar abaixo do esperado

A rede de frutos do mar Coco Bambu é mais uma empresa na lista dos empreendimentos brasileiros que descobriram que as praias de Miami não estão para peixe. O negócio resolveu fechar sua unidade em South Beach, aberta no ano passado.

Há dois meses, a revista Exame apurou que o Coco Bambu repensava sua estratégia nos Estados Unidos. A unidade de Miami Beach apresentava um faturamento de 15 a 20% menor do que o previsto no plano de negócios do Coco Bambu. Afrânio Barreira, proprietário da rede de frutos do mar, esperava recuperar os ganhos no segundo semestre, com americanos fugindo do frio no norte do país.

O investimento no restaurante foi de 10 milhões de dólares (na cotação atual, 41 milhões de reais). O valor incluiu a escolha por um prédio histórico da região praiana estadunidense – “não vai passar desapercebido”, disse Barreira perto da inauguração – e esforços de readequação do cardápio.

Na rede de avaliações Yelp, o restaurante de South Beach já consta como fechado. Procurado, o Coco Bambu confirmou o fechamento e ainda não revelou mais detalhes – incluindo se a inauguração de um restaurante em San Diego (Califórnia), prevista para fevereiro de 2019, ainda está de pé.

Fonte: Exame