20/07/12 - Servir os eventos é nicho para as empresas de alimentação

 

A Tramezino, fundada pelo empresário Marcelo Politi em março deste ano, já tem entre seus clientes empresas como Grupo Accor, XYZ e T4F

Empresas de grande porte –como Dória & Associados, Grupo Accor, XYZ e T4F– fazem parte da lista de clientes da Tramezino, fundada por Marcelo Politi há cerca de quatro meses. Com o plano de ser referência no nicho de servir feiras e eventos, a expectativa é faturar R$ 1,2 milhão até o fim do ano. A ideia é também atender escritórios e residências, ao apostar no menu cujo carro-chefe conta com os tramezinos, sanduíches gourmet artesanais.

O conceito adotado, conhecido como catering (serviço de bufê) engloba entretenimento, coquetéis, recepções, happy hour, brunch e eventos corporativos, entre outros. “A resposta tem sido muito positiva e minha projeção inicial de retorno do investimento em dois anos deve ser revisada para baixo em breve”, comemora Marcelo Politi, diretor da marca.

O investimento para a abertura da Tramezino foi de aproximadamente R$ 700 mil. O nome da empresa tem origem italiana e remete aos tradicionais sanduíches frios consumidos no país europeu e que são a maior aposta de Politi no Brasil. “Em minhas viagens pela Itália percebi o grande valor que tem por lá o lanche frio, a confecção artesanal, a importância da escolha dos ingredientes.

Ao mesmo tempo me perguntava por que as pessoas encomendam lanches quentes no Brasil. Depois de alguns minutos, o lanche quente perde muito do sabor, textura, frescor, enfim, vira um outro produto, de qualidade muito inferior à do produto no momento em que ele foi produzido”, explica o diretor, justificando a sua escolha de mercado.

Marcelo Politi é formado em Hotelaria na Suíça, tem pós-graduação em Gestão de Negócios e é presidente da Associação de Alunos da Escola Suíça de Hotelaria Les Roches no Brasil. É também sócio-fundador da Nove Eventos, companhia de gestão de centros de eventos de pequeno e médio porte localizados em grandes condomínios corporativos, e da Frog Venue Management, empresa de consultoria em implantação e gestão de operações em entretenimento, alimentos e bebidas.

“Como eu já trabalho com alimentação há muitos anos, comecei a perceber que o mercado estava maduro para receber um conceito novo. E queríamos apresentar esta novidade de uma maneira elegante, fresca, saborosa, da mesma maneira que os melhores tramezinos que eu encontrei quando estava na Itália”, comenta o empresário.

 

Crescimento contínuo

Para o diretor da Tramezino, o mercado de food service no Brasil é um investimento seguro desde que você tenha confiança absoluta na qualidade do produto oferecido. “É um mercado que cresce constantemente a taxas maiores que as do Produto Interno Bruto [PIB] e a tendência é de crescimento contínuo, devido ao aumento da renda do brasileiro, um movimento inexorável”, diz.

A cozinha da Tramezino fica localizada no bairro de Pinheiros, em uma travessa da Avenida Brigadeiro Faria Lima, na capital paulista. “Estamos muito próximos dos melhores prédios corporativos de São Paulo. Isto ajuda bastante na logística dos eventos e também nas encomendas residenciais em toda a zona oeste da cidade. Atendemos empresas que precisam de um lanche durante uma reunião ou até um light lunch, e encomenda de residências”, explica Politi.

 

O menu dos tramezinos inclui doze sabores que vão da simples mussarela a salmão defumado. Eles custam, em média, de R$ 15,00 a R$ 17,00 por pessoa.

 

Segmentos específicos

Marcelo Politi acredita que o crescimento da empresa depende unicamente da capacidade de penetração dos sanduíches tramezinos em segmentos específicos, além do óbvio, que é o atendimento de encomendas em residências e escritórios. “É um produto que se adapta muito bem ao atendimento de estandes em feiras de negócios, por exemplo.

Além das encomendas, estamos focados também na realização de eventos corporativos cujo carro- -chefe é o tramezino, mas ele sempre vai acompanhado de outros itens necessários ao eventos, como café Nespresso, sucos, docinhos, salada de frutas e até champanhe.

Fechamos uma ótima parceria com a Chandon para servir a Baby-Chandon em canudinhos nos nossos eventos mais elegantes”, conta.

Em um futuro próximo, Politi já pensa em abrir a primeira loja física Tramezino na cidade, onde pretende oferecer uma grande linha de cafés italianos, doces, sucos especiais e, logicamente, os tramezinos.

“Somos uma light catering company, um conceito em inglês que nos define bem. Não queremos concorrer com os grandes bufês da cidade. Quando um cliente quer algo que escapa do foco da Tramezino, por envolver culinária quente e um serviço completo, realizamos o evento através da outra empresa do nosso grupo, a Nove Gastronomia, focada neste tipo de atendimento e com a experiência na realização de mais de cinco mil eventos desde 2004”, esclarece o executivo.

 

Fonte: Panorama Brasil