O Conselho foi criado oficialmente na última segunda-feira (2) após sanção do prefeito

Aracaju deu mais um passo para o desenvolvimento de suas potencialidades. Na manhã da última segunda-feira, 2, com cerca de 15 dias após a apresentação do Projeto de Lei à Câmara Municipal de Aracaju, o prefeito Edvaldo Nogueira, em solenidade realizada no Centro Administrativo, sancionou a lei que instala o Conselho Municipal de Turismo, espaço no qual serão discutidas, com a participação dos diversos setores envolvidos com a temática, ações de fortalecimento e desenvolvimento da atividade turística na cidade.

Cumprindo mais um compromisso de campanha e dando mais um passo no Planejamento Estratégico de Aracaju, Edvaldo Nogueira frisou que a capital está na fase de colocar as ideias em prática. “Hoje, entramos na terceira fase do Planejamento Estratégico e esta é a reta final que vai demorar em torno de dois anos para ser concluída. Passamos pela fase de arrumação da casa, depois pela fase de reconstrução e agora chegamos à fase do avanço, avanço de ideias, de transformar projetos, avançar no sentido de fazer Aracaju ser uma cidade inteligente, humana e criativa, e uma cidade com qualidade vida. Dentro desses aspectos, um projeto importante é o projeto do turismo, ou seja, que a nossa cidade tenha um protagonismo maior na política de turismo no estado. O Município sempre ficou à margem, de um plano de turismo da cidade e do estado, então, a partir do Conselho de Turismo nós iremos juntar todos os entes interessados e que tem participação, tanto na cultura, como no setor empresarial, os estudiosos das universidades, para que a gente possa discutir ideias, propor projetos”, ressaltou o prefeito durante assinatura da sanção.

O Conselho

Compõem o Conselho Municipal de Turismo, na cota de entidades governamentais, os secretários municipais da Indústria, Comércio e Turismo; da Juventude e do Esporte; da Defesa Social e da Cidadania; da Comunicação; os presidentes da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb); da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat); representantes da Secretaria de Estado do Turismo e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, além dos coordenadores dos Departamentos de Turismo da Universidade Federal de Sergipe e Instituto Federal de Sergipe – IFS.

Já como membros de órgãos representativos da sociedade terão assento no Conselho os presidentes do Aracaju Convention & Visitors Bureau; da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis; da Associação Brasileira de Agências de Viagens; da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes; do Sindicato dos Guias de Turismo; do Sindicato das Empresas de Turismo; do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares; da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo; da Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis; além de representantes do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas; da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial.

O presidente da Abrasel em Sergipe, Augusto Carvalho, conta que a Associção já fazia parte de dois outros órgãos, o Conselho Estadual de Turismo, o Conselho do Pilo dos Coqueirais, a Câmara de Turismo da Fecomércio e o Conselho do Empreendedor. Sobre a criação do Conselho Municipal de Turismo, o presidente afirma: "Esperamos que as políticas públicas e ações para o turismo fiquem mais organizadas e atendam a demanda do setor de bares e restaurantes na cidade"

Fonte: Infonet