06/07/12 - Sob Kirin, marketing da Schincariol cresce 20%

 

Em 2012, primeiro ano da gestão da japonesa Kirin, a Schincariol aumentará em 20% a verba de marketing, chegando a R$ 300 milhões. A empresa passou a patrocinar o futebol da Rede Bandeirantes e o reality show "Big Brother", da Rede Globo. Em produto, a sua maior investida é o lançamento da No Grau, a nova marca para o Norte e Nordeste do país.

A região começa a receber neste mês a bebida, que chega para concorrer com Brahma Fresh, Skol 360 e Antarctica Sub Zero, todas da líder Ambev. Segundo o diretor de marketing da Schincariol, Luiz Cláudio Taya, o novo produto custa 10% menos que a Nova Schin e tem sabor "mais refrescante".

"Precisamos de um portfólio com mais marcas 'mainstream' para garantir maior espaço no ponto de venda", diz Taya, referindo-se às cervejas de grande demanda. Fazem parte do mix da Schincariol as marcas Nova Schin, Devassa, Cintra, Glacial, Nobel e Primus.

 

Em 2011, a Kirin pagou R$ 6,3 bilhões para assumir a Schincariol, então vice-líder nacional no mercado cervejeiro. Hoje, a empresa com sede em Itu (SP) está no terceiro lugar do ranking geral, com uma fatia de 10,6%, em disputa apertada com a Petrópolis (10,7%), dona da Itaipava.

A No Grau estava em desenvolvimento há um ano - um pouco antes, portanto, do anúncio da compra do controle da Schincariol pela Kirin, em agosto. "A gestão da Kirin é internacionalizada, não interfere em decisões locais", afirma Taya.

Até setembro, período em que a distribuição do produto será finalizada, a campanha será concentrada em ponto de venda, outdoor e rádio. "Fizemos diversas pesquisas com consumidores para definir o sabor do produto, mais leve e refrescante", diz o executivo, ressaltando que a expressão "no grau" é usada no Norte e Nordeste para pedir uma bebida no ponto certo, "gelada". "Nada impede que, no futuro, a distribuição seja estendida a outros mercados", diz.

No Norte e Nordeste, a Schincariol tem a sua maior fatia de vendas: cerca de 30%, ante 10,6% da participação nacional em volume. O faturamento da empresa cresceu 7% em 2011, para R$ 6,1 bilhões. A Schincariol conta com 13 fábricas e soma 10 mil funcionários.

 

Fonte: Valor Econômico