Em reuniões realizadas ao longo do dia com diversos parlamentares, foi reforçada a importância do Refis para as MPEs; presidente do Senado se comprometeu com a derrubada do veto, assim como o presidente da República, Michel Temer


refis_afif_abrasel_
Paulo Solmucci, presidente da Abrasel e da Unecs, senador Romero Jucá, deputado Jorginho de Mello e Guilherme Afif, presidente do Sebrae


Os presidentes das entidades que compõem a Unecs se reuniram na manhã desta terça-feira (20) em Brasília com o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos, o relator do projeto no Senado, senador José Pimentel (PT-CE), o deputado federal e presidente da Frente Parlamentar Mista da MPE, Jorginho de Mello (PR-SC), e demais parlamentares para discutir estratégias que pressionem o Congresso Nacional a derrubar veto ao Refis para as micro e pequenas empresas.

 

alt

Líderes do comércio e serviços se reuniram para discutir estratégias para incluir o assunto na pauta de votações ainda esta semana


O presidente do Sebrae, Guilherme Afif, afirmou que a derrubada do veto ao Refis não é renúncia fiscal, é uma reconciliação com o Brasil real, que é a micro e pequena empresa. “Quando você refinancia é para o dinheiro entrar e não para o dinheiro sair. O refinanciamento é polêmico e as micro e pequenas empresas nunca tiveram um. Quando deram o Refis para grandes, gerou um problema de isonomia, que é dar o mesmo direito a todas as empresas”.


O presidente da Abrasel e da Unecs, Paulo Solmucci, destacou o esforço do empresariado para permanecer investindo. "O desempregado pode procurar um novo emprego, o empresário que deixa de ser empresário dificilmente vai voltar a empreender. Precisamos do Refis para continuar contribuindo com a economia”, disse.

Solmucci afirmou ainda ser importante e auspicioso ver essa movimentação a favor do Refis, pois a vida do micro e pequeno empresário que está na ponta tem sido muito difícil. Para ele, o refinanciamento das dívidas nada mais é que uma retribuição do governo a toda destruição que a economia sofreu nos últimos anos. “Não há melhor investimento nesse momento do que contribuir para o crescimento sustentável das MPE”, finalizou.



alt

Senador José Pimentel, deputado Jorginho de Mello e Guilherme Afif


Presidente Temer apoia Refis para MPEs

Logo após a reunião com o Sebrae e a Frente Parlamentar da MPE, os representantes da UNECS se reuniram com o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que manifestou, em nome do presidente da República, Michel Temer, apoio ao Refis para micro e pequenas empresas. Segundo o líder do governo no Senado, a matéria será votada em breve e tem apoio irrestrito do presidente da República. "Após conversar com o presidente Temer, a liderança vai apoiar a derrubada do veto", declarou.

 


alt

Nabil Sahyoun (Alshop), Paulo Solmucci, Romero Jucá e George Pinheiro (CACB)


Presidente do Senado assume compromisso de derrubar o veto

Ainda esta tarde, o grupo foi ao Gabinete do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), para pedir que o assunto entre na pauta de votações ainda esta semana. "Deixei claro ontem ao presidente Temer que se não houver um entendimento até a próxima reunião do Congresso (não a de hoje), vou trabalhar pela derrubada deste veto. As micro e pequenas empresas geram cerca de 90% dos empregos deste país, é um setor de enorme relevância - disse, acrescentando que a próxima reunião do Congresso deverá ocorrer entre 10 e 15 de março", afirmou.


alt

Paulo Solmucci, Guilherme Afif Domingos, representantes da UNECS e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (gravata verde, ao centro da foto), se reuniram para tratar da importância do Refis para as MPEs; o senador se comprometeu com a derrubada do veto.