Decisão foi articulada em negociação para a formação de novo governo


A Áustria é um dos únicos países europeus que ainda permite o fumo em bares e restaurantes, e continuará assim apesar de uma lei que estava prevista para entrar em vigor ano que vem proibindo a prática. Nesta segunda-feira, o Partido da Liberdade da Áustria (FPO, na sigla em alemão) anunciou que a suspensão da regra foi negociada como uma das condições para a formação da coalizão com o também conservador Partido Popular Austríaco (OVP).

“Estou orgulhoso desta excelente solução nos interesses dos não fumantes, fumantes e donos de restaurantes”, comentou o líder do FPO, Heinz-Christian Strache, um fumante, em sua conta no Twitter. “A liberdade para escolher continua. A existência de restaurantes, particularmente os pequenos, foi assegurada. Milhares de empregos ameaçados foram salvos.

O fumo dentro de bares e restaurantes é permitido no país seguindo algumas condições, que incluem a separação entre fumantes e não fumantes em ambientes divididos, mas as regras são amplamente descumpridas. Para encerra a questão e seguir os padrões adotados por outros países europeus, o governo anterior, uma coalizão entre o OVP e os social democratas, aprovou uma lei em 2015 proibindo completamente o fumo nesses estabelecimentos, que entraria em efeito em maio próximo.

O novo governo, que Strache e o líder do OVP, Sebastian Kurz, querem instalar antes do Natal, manterá algumas das novas regras contra o fumo, como a proibição da entrada de menores de 18 anos nos ambientes reservados a fumantes em bares e restaurantes, a proibição do fumo dentro de carros com menores de 18 anos e a idade mínima para comprar cigarros subirá de 16 para 18 anos. “A desistência da proibição total do fumo na indústria de restaurantes é um enorme passo atrás na política de saúde”, disse a ministra da Saúde, Pamela Rendi Wagner, do Partido Social-Democrata.

Fonte: O Globo