Com o tema "Conectar Pessoas, Saberes e iniciativas", Abrasel mostra força política do setor de alimentação fora do lar em evento que reuniu mais de 40 parlamentares

A solenidade de abertura do 29º Congresso Nacional Abrasel contou com a presença de diversas lideranças políticas e empresariais no hotel Royal Tulip Alvorada


Na noite de terça-feira (15) foi realizada a cerimônia de abertura do 29º Congresso Nacional Abrasel, no Hotel Royal Tulip Alvorada, ao lado do Palácio da Alvorada, em Brasília. Com o tema “Conectar Pessoas, Saberes e Iniciativas”, a mesa da solenidade contou com a presença do presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci Jr.; o presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Pedro Hoffmann; o líder do Conselho Nacional da Abrasel, Newton Pereira; o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Marcelo Maia; o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz; o diretor-executivo do OMT, Márcio Favilla; o presidente da CNDL e coordenador da UNECS, Honório Pinheiro; o vice-reitor do Centro Universitário IESB, Edson Machado: o diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa; e o presidente do Cade, Alexandre Barreto.

Mais de 40 parlamentares participaram da cerimônia. Com lideranças e empresários do setor vindos de todo o Brasil, 600 convidados estiverem presentes no jantar promovido pela Abrasel. Em sua fala de abertura, Paulo Solmucci afirmou que o empreender no país precisa ser simplificado. “O Brasil novo tem que ser mais simples, na ordem mundial de se fazer negócios”.

Solmucci foi aplaudido quando afirmou categoricamente que a partir de 2018, empreender no Brasil não será mais como foi. Segundo ele, o impacto da tecnologia, a regulamentação da gorjeta, a democratização dos meios de pagamento e principalmente o trabalho intermitente, são temas que auxiliam o empreender no setor de alimentação fora do lar no país.

“São pontos que irão viabilizar este Brasil novo. O trabalho intermitente, por exemplo, irá contribuir para o fim da evasão escolar, pois haverá a possibilidade de estudar e trabalhar sem que uma atividade prejudique o tempo da outra. A Abrasel estima que nos próximos cinco anos serão criados dois milhões de empregos somente em bares e restaurantes. Essa realidade já começa a mudar em novembro, quando a lei entra em vigor”. 

Por fim, o presidente-executivo da Abrasel disse acreditar que, para ele, este novo Brasil virá das cidades. “Nós, nos bares e restaurantes, estamos ligados na ponta com a sociedade brasileira. Sabemos que para o êxito do empreender, é preciso cidades mais adensadas, com melhorias no transporte urbano, no saneamento básico e na qualidade das calçadas, por exemplo. Este é o país que todos desejamos!”.

Logo na sequência, Honório Pinheiro, aproveitou as transformações políticas e econômicas do país, e citou a importância das conexões, necessário tema para o 29º Congresso Nacional da Abrasel, em sua fala. Coordenador de uma união de entidades que juntas são responsáveis por 15% do PIB brasileiro e 22% dos empregos formais no país, ele destacou o papel da UNECS para a simplificação do empreender e consequentemente a melhoria da qualidade de vida nas cidades. “Estamos na era do conhecimento, conectados é possível fazermos estratégias que favoreçam a todos”, disse.

Em sua fala, Vinícius Lummertz também fez referência aos esforços da Embratur para este Brasil novo. "Somos uma pujança de oportunidades. A CBN fez uma reportagem recente dizendo que somos o país mais lindo do mundo, entretanto as oportunidades de  empreendedorismo são escassas. Temos que levar à população as verdades sobre  empreendedorismo. Liberdade e lucro hoje são palavras que possuem patrulha. Isso  preciso ser mudado", disse.

Ministros destacam potencial do setor

O Congresso Nacional Abrasel tem em seu conceito o diálogo entre o empresariado e o poder público. É onde a entidade mostra sua força política. Em sua 29ª edição, não foi diferente. As dezenas de autoridades políticas presentes na solenidade de abertura puderam estreitar laços e potencializar as conexões com lideranças empresariais de todos os estados brasileiros.

Destacando o potencial do setor, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, arrancou vários aplausos durante sua fala na solenidade. Relembrando a célebre frase do artista plástico Hélio Oiticica, “Seja marginal, seja herói”, o ministro exemplificou que neste contexto, o marginal seria o indivíduo que está à margem de um cenário. “Por vezes, o Estado, inchado com suas altas cargas tributárias, é quem barra o empreender no Brasil. Não cabe ao Estado o papel de protagonista  no empreendedorismo, esta atribuição pertence à sociedade”, disse.

O ministro também afirmou que está trabalhando para o reconhecimento e incentivo da gastronomia como cultura na Lei Rouanet. “A gastronomia é uma das expressões culturais mais ricas que temos, porque carrega nossos valores”, finalizou.

Já o ministro da Saúde, Ricardo Barros, destacou o papel de os bares e restaurantes oferecerem cada vez mais pratos balanceados. Ele disse que o Ministério da Saúde deseja a colaboração da Abrasel para o Guia da Alimentação Saudável, que trará conceitos e recomendações de uma alimentação benéfica. “É fundamental cuidarmos da saúde preventiva da população, que está envelhecendo. Temos cada vez mais pessoas com renda e tempo, dispostas a usufruir de turismo e lazer, temos que contribuir para isso”, disse.

Barros exemplificou sua tese por um desejo de alimentação mais saudável quando disse que hoje comemos da mesma maneira que várias gerações atrás, mas o estilo de vida mudou. “A vovó ensinou filhos e netos a cozinhar, mas todos trabalhavam no campo, com serviço braçal, onde era possível gastar essa energia. Hoje, consumimos gordura transgênica, açúcar e sal em excesso e por vezes não temos como gastar”, finalizou. Daí a importância da conscientização das pessoas, inclusive em bares e restaurantes.

Congresso segue com painéis e palestras

O Congresso Nacional Abrasel é o maior evento de conhecimento e inteligência do setor da alimentação fora do lar no país, e conta anualmente com a participação das principais lideranças políticas, empresariais e da gastronomia. Para a programação técnica deste ano, que acontece nos dias 16 e 17 no Centro Universitário IESB - Asa Sul, importantes nomes irão mostrar ao público os segredos do sucesso.

Entre eles estão Robinson Shiba, sócio fundador do Grupo Trendfoods (China In Box e Gendai); Marcos Livi, chef e proprietário dos restaurantes Quintana e Veríssimo; Checho Gonzales, chef e proprietário do Comedoria Gonzales; Facundo Guerra, sócio fundador do Grupo Vegas; Janete Vaz, co-fundadora do Grupo Sabin; Alexandre Guerra, conselheiro de Administração do Giraffas, Afrânio Barreira, fundador do Coco Bambu; Alberto Weisser, diretor de Estabelecimentos e Consumidores da Sodexo; Percival Maricato, advogado e presidente da Abrasel em São Paulo;  Josimar Melo, jornalista e crítico da Folha de São Paulo e da revista Restaurant; Carlos Azevedo, CEO da Marketup e Gil Guimarães, chef e sócio-proprietário da Baco Pizzaria.

O 29º Congresso Nacional Abrasel é realizado pela Abrasel em parceria com a Prazeres da Mesa e o IESB, conta com o patrocínio da Ambev, Ecolab, Getnet, Philip Morris, Sodexo, e Souza Cruz; apoio da Fispal Food Service, parceria com a Vinum Brasilis e tem como parceiros de mídia o Correio Brasiliense, e as revistas Prazeres da Mesa e Bares & Restaurantes.

Serviço:
29º Congresso Nacional Abrasel
Conectar – Saberes, Pessoas, Iniciativas
Data: 15 a 17 de agosto em 2017
Local: Brasília/DF
Mais informações em: www.congressoabrasel.com.br