18/06/12 - SP terá "Delivery Week" com 150 restaurantes sem taxa de entrega

Depois da Restaurant Week, em que menus completos são vendidos com desconto, 150 restaurantes da capital paulista apostam na Semana do Delivery para impulsionar as entregas em domicílio.

De 25 deste mês a 1º de julho, os estabelecimentos não vão cobrar taxa de entrega e alguns oferecerão abatimento de até 57% nos preços dos pratos. As promoções são para pedidos pelo site.

A taxa média de entrega de refeições na cidade é de R$ 4,90, e o gasto médio fica em R$ 53 por pedido. Com a promoção, os organizadores calculam dobrar as solicitações on-line para 40 mil na semana, ou R$ 2 milhões.

 

"O valor das taxas é apontado pelo consumidor como principal barreira a que ele experimente o delivery", diz Felipe Fioravante, presidente do iFood, site que agrega pedidos de entrega de 900 restaurantes no país --dos quais 300 em São Paulo-- e que criou a promoção.

Na avaliação de Fioravante, os perfis de renda e de consumo da capital paulista possibilitam que os pedidos on-line no iFood --que ganha comissão de 10% sobre o valor de cada um-- quadrupliquem em três anos, para cerca de 300 mil por mês.

Para Tatiana Lopes, gerente de delivery da rede de lanchonetes The Fifties, o maior entrave à expansão do serviço é a falta de conhecimento dos consumidores."Muitos não sabem quais restaurantes oferecem entrega".

Rodrigo Duarte, sócio do Bar do Alemão, diz acreditar que, independentemente do aumento de vendas, a vantagem da Semana do Delivery será popularizar os pedidos via internet. "Eles agilizam a preparação dos pratos, pois chegam direto a uma impressora na nossa cozinha".

 

Fonte: Folha.com