15/06/12 - Praça de alimentação: a verdadeira âncora dos shoppings

 

A cada dez pessoas que vão a um centro de compras, no mínimo seis delas pretendem fazer uma refeição

Não são as lojas Y e X, e sim a comida o verdadeiro chamariz dos shopping centers. "A praça de alimentação é a verdadeira âncora dos shoppings”, aponta Enzo Donna, diretor da ECD Consultoria, em palestra nesta quarta-feira (13/06), durante a Brasilshop, evento promovido pela Associação dos Lojistas de Shopping (Alshop).

 

A estimativa é que, em 2011, o mercado de alimentação fora do lar tenha alcançado R$ 210 bilhões. O segmento de fast foods responde por 13% dessa fatia, segundo a ECD. Com a expansão dos shopping centers pelo País – 40 novos empreendimentos ao ano nos próximos anos –, a tendência é de que essa participação cresça ainda mais, sem contar que os centros comerciais também contam com outras opções, como restaurantes por quilo e a la carte.

No levantamento feito pela ECD, foi constatado que os adolescentes são os mais fieis a um mesmo shopping, os jovens adultos experimentam novos pratos, os adultos querem rapidez durante os dias úteis e ajuda para cuidar dos filhos no fim de semana e os idosos valorizam comidas diferentes:

- Entre os jovens adolescentes, com idade de 15 a 19 anos, 63% vão ao shopping para comer, 58% vão à tarde e 93% são fieis ao empreendimento – frequentam tanto durante a semana quanto no fim de semana;

- Entre os jovens adultos, de 20 a 29 anos, 80% vão ao shopping para comer, 40% vão à noite 82% consideram que se alimentar no fim de semana é diferente de um dia útil;

- Entre os adultos, de 30 a 59 anos, 38% vão ao shopping na hora do almoço, 84% valoriza o atendimento, é o público que mais gasta e também valoriza a convivência com a família.

- Entre a terceira idade, acima de 60 anos, 29% deles vão sozinhos ao shopping, 71% vão para fazer refeições e 34% valorizam comidas diferentes.

 

Fonte: Varejo Notícias