12/06/12 - Cerveja pode subir 4%

 

O setor de cerveja revisou a projeção de aumento do preço da bebida a partir de 1º de outubro deste ano, de 5,24% para 4%, segundo a CervBrasil (Associação Nacional da Indústria da Cerveja), que reúne as quatro maiores fabricantes do país (Ambev, Schincariol, Heineken e Petrópolis).

A conta foi refeita depois que o governo federal informou na semana passada que o aumento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para a bebida vai ficar em 20,75%, e não em 27%, como anunciado no fim de maio deste ano.

 

"Há aumento de preço e redução dos volumes [de venda]. Não há porque construir capacidade produtiva, e isso afeta todos os setores dependentes do nosso", diz Paulo Macedo, presidente da CervBrasil. Macedo espera que o governo federal chame os fabricantes para renegociar o aumento do IPI.

 

Fonte: Valor Econômico