04/01/2017 - As principais novidades da Feira do Empreendedor

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Destaque na Feira em 2016, Restaurante Modelo desenvolvido pela Abrasel volta com novidades este ano

 

 

Com o propósito de ajudar a vida do visitante, a edição deste ano da Feira do Empreendedor reserva uma série de novidades. O evento, que ocorre entre os dias 18 e 21 de fevereiro, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, foi desenvolvido com base no conceito de “Cidade Empreendedora” e contará com a reprodução de ruas, vilas e até mesmo lojas-modelo de diferentes segmentos.

A principal proposta do Sebrae-SP, ao adotar a nova formatação, é ilustrar o dia a dia de uma cidade real, oferecendo ao público uma diversidade de produtos e serviços. “A ideia é que o visitante tenha a experiência mais próxima possível de como uma empresa pode funcionar no ecossistema urbano”, diz Ilsiane Peloso, coordenadora da Unidade Acesso a Mercados e Serviços Financeiros do Sebrae-SP.

Segundo Ilsiane, a reprodução da cidade foi pensada a fim de gerar um clima mais acolhedor para quem está pensando em empreender. “É um evento que conta com visitantes de todos os tipos, desde o desempregado até o funcionário infeliz que sonha em abrir um negócio. Por isso, precisamos nos preparar da melhor maneira, dando respaldo para todos”, diz.

A feira contará com lojas-modelo de diferentes setores, como oficina mecânica, salão de beleza, papelaria, minimercado e restaurante. “A resposta positiva na edição do ano passado, quando testamos pela primeira vez o restaurante modelo, a loja de material de construção e a área exclusiva de moda, nos motivou a desenvolver unidades de outros segmentos. O Sebrae-SP sabe a importância de o visitante entrar e sentir como funciona um negócio na prática”, afirma Ilsiane, que estima um público de 150 mil pessoas ao longo dos quatro dias de evento.

 

Do interior para fora do país

O que deve ajudar esse número a se tornar realidade são as missões do interior, mais uma novidade da edição de 2017. Organizadas pelo Sebrae-SP com as unidades de outras cidades de São Paulo, as missões são caravanas que levarão empreendedores de todo o estado para a maior feira de empreendedorismo do país.

Com esse esquema, a instituição espera levar à feira ao menos 8 mil visitantes de todos os 33 escritórios regionais, utilizando 205 veículos exclusivos para as caravanas. Somente de Piracicaba, Campinas e São Carlos, serão 37 ônibus. “Já que é uma cidade empreendedora, montamos uma ‘minirrodoviária’”, afirma a consultora, uma das principais responsáveis pelas missões do interior.

A ação é resultado das solicitações feitas por empresários atendidos nos escritórios regionais do Sebrae-SP, que, sem condições de se deslocarem para a capital, encontraram nas missões uma maneira de fazer parte da feira. “Há muito tempo esse grupo caminha conosco, e poder ir ao evento com o nosso apoio era um pedido frequente”, diz Ilsiane. Para auxiliar esses visitante, os organizadores disponibilizam entrada exclusiva, mapa e roteiro prévio. Há empresários que viajam até dez horas para conhecer a feira. “São os mais entusiasmados”, afirma a coordenadora.

Além dessas novidades, a Feira do Empreendedor 2017 também contou com a criação e a ampliação de dois espaços: o de acesso a linhas de crédito e o de internacionalização. O objetivo é facilitar novos negócios.

Para quem está pensando em acessar as linhas de crédito específicas para as micro e as pequenas empresas, a feira contará com a presença de ao menos dez instituições financeiras. Além de liberar crédito, as entidades e os consultores do Sebrae-SP também vão analisar se o empreendedor realmente necessita de empréstimos ou financiamentos. “A feira foi pensada para ser o mais eficiente possível.”

Da mesma forma, a área de internacionalização ganhou o dobro de espaço neste ano, abrigando diferentes câmaras exportadoras. “A nossa vila de internacionalização é a grande vedete da feira, contando com representantes do mundo inteiro”, afirma Ilsiane. “O Sebrae-SP entende que, como muitas empresas não sobreviveram à crise, é necessário dar o máximo de auxílio para quem está na ativa, incentivando a internacionalização como principal forma de crescimento do negócio.”

 

Restaurante Modelo

Uma das parceiras do Sebrae no evento é a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) em São Paulo, que este ano desenvolveu o Restaurante Modelo, onde os visitantes da feira tinham acesso às informações de boas práticas do setor de bares e restaurantes, abrangendo gestão, organização do espaço e atendimento.

O espaço foi destaque absoluto da feira, com mais de 4 mil visitações. Em 2017 o Restaurante Modelo terá muitos lançamentos e inovações tecnológicas e de gestão, apresentados por empresas parceiras, com o diferencial: visitação mais rápida. Serão distribuídas senhas e o tour no espaço do restaurante será direcionado aos aspectos estruturais. Após a visita, os participantes serão direcionados ao estande da Abrasel, um espaço diferenciado, com arquibancadas, onde serão esclarecidas dúvidas e eles terão ainda dicas de gestão com consultores do Sebrae e da Abrasel.

 

*Com informações de Pequenas Empresas & Grandes Negócios