01/11/2016 - Cachoeira (BA) apresenta seus pratos típicos em festival gastronômico

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

O evento conta com o apoio da Abrasel na Bahia

 

 

Quando se quer comemorar algo, come-se em grupo. Nesse ritual da comensalidade, muitas pessoas criam laços com as que estão ao redor, e depois, ao experimentar de novo o mesmo alimento, a lembrança do que foi vivido anteriormente continua ali, latente.

O lugar em que se teve a união dos sabores e afetos é certamente percebido como um aconchego. Ao reconhecer a importância do alimento em Cachoeira, o secretário de Turismo deste município, André Reis, e a curadora Ivana Souto tiveram a ideia de realizar a primeira edição do  Festival Gastronômico de Cachoeira.

O diferencial do alimento em Cachoeira, no Recôncavo, é sua associação com o samba. “Mostrar a importância do samba de roda a partir dos sabores da maniçoba” é um dos objetivos, segundo Reis.

Com o tema Pescado e agricultura familiar, que recebeu o slogan  O evento começou na última quinta-feira (27) e segue até 5 de novembro. Restaurantes, bares e lanchonetes, no total de 24, se reúnem para oferecer um prato, cada, a ser servido no festival.

“A escolha do tema é pelo que é mais forte na região do Recôncavo, na comunidade”, declara Stela Maris, a chef responsável pela comida dos encontros. Conhecida pelo seu trabalho no restaurante Casa da Mãe com comida do Recôncavo,  no dia da abertura ela apresentou o seu bolinho de estudante, que tem até a variação doce.

Ele conta ainda que a festa é dividida em samba de roda, de mesa e de cozinha, assim como sabores de Cachoeira, Recôncavo, Bahia, além de ter uma ‘moeda de sururu’ que pode ser trocada por um real em um posto colocado no local.

Após o lançamento de um Mapa de Gastronomia de Cachoeira, no evento,  Reis afirma: “O principal objetivo é movimentar os restaurantes e os hotéis”.

O festival tem a realização da Prefeitura Municipal de Cachoeira e Conselho Municipal de Turismo, com a produção da Ong Roda Baiana e apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) na Bahia, Senac e Governo da Bahia.

 

Fonte: Cabresto