31/10/2016 - Restaurantes da Abrasel aprovam produtos do Hortifruti Legal

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Parceria entre a Abrasel no Mato Grosso do Sul e produtores familiares possibilita uma economia de até 20% para restaurantes associados

 

 

Uma parceria possibilitou que um grupo de 15 produtores familiares participantes do programa Hortifruti legal, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, no município de Terenos forneça vegetais e hortaliças para seis empresários do ramo de restaurantes associados da Abrasel no Mato Grosso do Sul – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes.

De acordo do presidente da Abrasel, Juliano Wertheimer, o abastecimento que começou em novembro do ano passado, com três empresas aumentou para seis e até o final do ano deve chegar a 40 adesões. “De forma conjunta desenvolvemos esta cadeia informando aos produtores de hortifrutigranjeiros qual a demanda de produtos mais consumidos nos restaurantes e fomos atendidos. A logística também melhorou e os produtos chegam refrigerados e em ótimas condições, por isso, devemos ampliar o número de participantes ainda em 2016”, explica.

 

Aprendizado participativo

O empresário e professor de Gastronomia de uma universidade da capital, André Nardo, conheceu a iniciativa por ser cliente dos produtores de Terenos. Depois de ver o sistema de plantio resolveu levar a turma pela qual é responsável para uma propriedade e destaca que a visita foi bastante proveitosa. “A maioria dos alunos não tinha visto de perto uma produção de hortifrutigranjeiros e por isso, aliei o ensino de responsabilidade social e desenvolvimento econômico local em pequenas propriedades. Eles ficaram muito animados em conhecer detalhes do plantio, das variedades e acredito que levaram uma bagagem de conhecimentos que auxiliará muito na profissão”, observa.

Para o anfitrião da visita, o produtor Wagner Ramos Hinz, foi satisfatório compartilhar as informações que estão incorporadas no seu cotidiano. “Percebi que a estufa de hidroponia foi o grande destaque da visita, pois, pelo que percebi a maioria não conhecia este processo de cultivo de verduras. Aproveitei para explicar que as orientações recebidas pelo técnico do Senar/MS possibilitam que eu cultive produtos saudáveis e sem agentes químicos”, pontua.

A assistência técnica oferecida pelo programa Hortifruti Legal atende 50 produtores do município associados à Cooplaf – Cooperativa Agrícola Mista da Pecuária de Corte e Leiteira e da Agricultura Familiar de Terenos. No caso de Hinz que recebe orientações há quase dois anos, a produção foi planejada de forma escalonada, que permite plantar várias culturas e manter o processo de colheita durante todo o ano. “O trabalho do Paulo Mitio, nosso técnico, é sensacional e sua experiência nos ajudou a ter bons resultados produtivos. Na estufa consigo ter uma colheita semanal de 600 unidades de alface e 300 de rúcula que comercializo para uma rede de supermercados em Campo Grande e restaurantes associados da Abrasel”, complementa.

Na avaliação empresarial de Nardo que é proprietário de dois restaurantes, o programa do Senar/MS está possibilitando uma transformação na vida dos produtores. “A iniciativa é muito positiva e contribui para o aumento da produção de hortifrutigranjeiros do Estado. Além disso, nós que compramos direto das famílias recebemos verduras e legumes frescos e com qualidade”, acrescenta.

Já o representante da Abrasel no Mato Grosso do Sul analisa os ganhos para o cenário econômico do Estado. “Nossa gestão tem como premissa fomentar o associativismo e temos comprovado isso nos produtores de Terenos. Nossos associados estão satisfeitos com a qualidade do produto e com o preço que chega a ser 20% mais barato que os fornecedores convencionais. É uma união de forças que possibilita oferecer um preço mais competitivo já que compramos em quantidade, reduzimos custos e o valor reflete até o consumidor final, então todos saem ganhando na cadeia produtiva”, finaliza.

 

Fonte: Campo Grande Notícias