17/08/2016 - Abrasel mostra a força do setor em seu 28º Congresso Nacional

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

 

Cerimônia de abertura reuniu Ministros, senadores, deputados, o governador do DF e lideranças empresariais para discutir o Brasil que empreende

 

O 28º Congresso Nacional da Abrasel tem como tema "Potência em Transformação". Foto: Márcia Froizer

 

Na noite de terça-feira (16) foi realizada a cerimônia de abertura do 28º Congresso Nacional Abrasel, no Hotel Royal Tulip Alvorada, em Brasília. Com o tema “Potência em transformação”, a mesa da solenidade contou com a presença do presidente executivo da Abrasel, Paulo Solmucci Jr.; o presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Pedro Hoffmann; o líder do Conselho Nacional da Abrasel, Newton Pereira, o governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg, o ministro interino do Turismo, Alberto Alves; o deputado federal presidente da Frente Parlamentar Mista do Comércio e Serviços; Rogério Marinho e o secretário do Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio; Marcelo Maia.

Parlamentares, lideranças e empresários do setor, vindos de todo o país, participaram da cerimônia, que reuniu 600 pessoas. Na fala de abertura, Solmucci falou sobre a importância do setor e disse que a Abrasel e o Brasil de hoje, e, certamente, o de amanhã, precisam ser mais eficientes e produtivos e capazes de entregar mais em um menor tempo. “O tema do nosso Congresso não poderia ser mais importante, já que o Brasil e o mundo passam por grandes transformações, que geram incertezas e oportunidades. Ao escolhermos o lado potência, buscamos contribuir para tirar esse complexo vira-lata que alguns têm do país”, disse.

 

 

Aproveitando o momento vivido pelo Brasil, que derruba a ideia de que o País não consegue fazer eventos grandiosos, Solmucci afirma que a Olimpíada contribui para que a esperança do brasileiro possa trazer mais confiança ao setor de alimentação fora do lar. “Somos capazes de fazer coisas belas e incríveis, como a mundialmente famosa abertura das Olimpíadas que encantou o mundo com um orçamento cinco vezes menor que a abertura (dos Jogos) de Londres, em 2012, mas, ainda por burocracias repetimos erros históricos. Não podemos mais adiar decisões. Precisamos simplificar o empreender no país para proteger nossas riquezas. O ‘Brasil potência’ que desejamos precisa ser perseguido com paciência, determinação, planejamento e transparência, as reformas da previdência, trabalhistas e tributária são essenciais. Sem elas o país não evoluirá”. O presidente da Abrasel lembrou, ainda, da importância do apoio do Sebrae. "Nosso país precisa de líderes e gestores com visão mais ampla."

Entre as autoridades presentes, o ministro interino do turismo Alberto Alves, concordou com Somucci e em seu discurso afirmou: "Com certeza até o final teremos uma solução para a questão do Trabalho Intermitente. "Acreditem, somos parceiros para discutir os gargalos de cada segmento do setor", complementou.

O presidente da Frente do Comércio e Serviços, deputado Rogério Marinho, também defendeu a aprovação da lei do Trabalho Intermitente em seu discurso e disse que está trabalhando para que ela ocorra. "Há uma necessidade de elasticidade desse volume de mão de obra e hoje há um vácuo jurídico em relação a esse projeto específico para garantir o estímulo ao crescimento e, ao mesmo tempo, dar garantias jurídicas a empresários e trabalhadores", ressaltou.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, lembrou que a crise econômica nacional exige uma reflexão acerca da retomada do crescimento. “Não devemos nos preocupar se o Estado é maior ou menor, mas se ele é eficiente e se serve ao conjunto da população. Com a ajuda do setor de bares e restaurantes, esse debate precisa ser feito para garantir a retomada de um ambiente de empreendedorismo em Brasília e no Brasil”.

UNECS - O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Fernando Yamada, foi homenageado durante o evento. "Nossa homenagem sincera ao presidente Fernando Yamada pela idealização e pelo excelente trabalho exercido como primeiro coordenador da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS)", disse Paulo Solmucci ao ler os dizeres da placa entregue a Yamada.

Yamada rompeu o protocolo de entrega da honraria e chamou ao palco todos os presidentes da UNECS. "Nós trabalhamos juntos, sem egos, e com afinco, e já fizemos importantes conquistas. Hoje, a UNECS faz um trabalho forte, maduro, que dará muitos frutos no futuro. Vamos continuar unidos e apoiando a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendorismo. Essa homenagem é de todos nós", disse.