25/07/2016 - Bares e restaurantes discutem estratégias de segurança com comandos da PM na Bahia

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Promovidos pela Abrasel, os encontros são destinados a empresários, gestores ou funcionários do setor

 

Para enfrentar os casos de insegurança e violência em bares e restaurantes de Salvador, empresários e funcionários do setor estão organizando palestras com a Polícia Militar para discutir aspectos de segurança nos estabelecimentos. Os encontros estão marcados para terça-feira (26) e para quinta-feira (28), em Patamares e na Pituba, respectivamente.

Cada uma das palestras contará com o comandante da Companhia de Polícia Militar da área. De acordo com o diretor executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) na Bahia, Luiz Henrique do Amaral, os encontros são destinados a qualquer empresário, gestor ou funcionário de bares ou restaurantes que queira participar.

“A gente sempre teve essa relação com a polícia mas começamos a entender que a gente poderia ter papel mais ativo nessa relação poque sabemos que a segurança é uma das coisas que mais causa impacto nos nossos negócios. A gente estava ficando refém disso e percebemos. Buscamos reverter esse quadro. Quem tem que ficar com medo é o ladrão, não somos nós, que estamos abrindo nossas casas para receber pessoas”, explicou.

A entidade promoveu uma série de palestras no ano passado e, na última semana, voltou com um novo ciclo de reuniões – a primeira foi na Graça. Há, ainda, outros encontros cuja data ainda deve ser fechada, em Brotas e no Pelourinho.

Na palestra, que funciona também como uma qualificação, os participantes passam a entender os tipos de ocorrência mais frequentes, assim como os pontos em que são vulneráveis. “Muda a perspectiva do olhar. Você vê situações que facilitam ou atrapalham a segurança até por decoração e design. A gente também vai para a possilidade de nosso colaborador também identificar algumas atitudes suspeitas. É uma construção de conhecimento de segurança pelos dois lados, para a polícia também conhecer nossos horários de funcionamento”, diz Amaral.

Segundo ele, a parceria com a PM também inclui a comunicação com os comandos da região onde fica o empreendimento pelo Whatsapp. Funciona tanto para prevenção quanto para caso aconteça alguma situação. “E, agora, com esse centro de comando da polícia, a gente está analisando até a possibilidade de conectar as imagens das câmeras de bares e hotéis com esse comando, para permitir que eles também possam acioná-las diretamente. Infelizmente, casos acontecem como o de ontem no Mariposa, mas isso tem melhorado”, garante.

Quem tiver interesse no evento e quiser participar, mas não é filiado à Abrasel deve ligar para a entidade através do número 3321-5212.

 

Fonte: Correio da Bahia