21/07/2016 - Em seis meses, aluguel de ponto comercial cai 13% em SP

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Levantamento do site VivaReal indica queda no preço do m² entre dezembro de 2015 e maio deste ano

 

 

O preço do metro quadrado em pontos comerciais registrou queda de 12,6%, entre dezembro de 2015 e maio deste ano, na cidade de São Paulo, aponta um estudo realizado pelo site VivaReal com base nos imóveis disponíveis em sua plataforma.

De acordo com o CEO do site, Lucas Vargas, a tendência é de que a queda se estabilize apenas no final do ano, caso a economia brasileira ganhe fôlego. "Uma reversão do cenário de pontos comerciais só deve de fato começar a no ano que vem, caso as condições macroeconômicas melhorem e volte a confiança do consumidor", afirma Vargas.

O número de unidades comerciais anunciadas por bairro, diz o executivo, registrou um aumento de oferta, principalmente, na zona sul e no centro, nos bairros de comércio mais intenso, como Bom Retiro, Consolação, e a região da Berrini. Dessa forma, o momento está favorável para fechar contratos de aluguel, em função da queda nos preços.

"Estamos num cenário pessimista, com a economia ainda instável e com restrições no crédito, o que tem afetado o equilíbrio entre oferta e demanda por imóveis. Como não conseguem vender imóveis, os proprietários acabam optando pela locação, o que influencia no preço do metro quadrado", diz o CEO do VivaReal.

 

Cenário

Apesar do recuo de preços em pontos comerciais, a quantidade de imóveis vagos se mantém em níveis elevados. Placas de vende-se e aluga-se estão espalhadas pelas principais vias comerciais de São Paulo. Marcos Hirai, sócio-diretor da GS&BGH, calcula que entre 13% e 15% das lojas estejam vagas.

O cenário não é diferente em imóveis de alto padrão. Segundo a Cushman & Wakefield, empresa especializada em administração desses imóveis. 25,9% dos escritórios destinados a locação estavam vagos na cidade de São Paulo no primeiro trimestre deste ano.

 

Fonte: Estadão - Pequenas e Médias Empresas