02/06/2016 - Acontece hoje, o Dia de Liberdade de Impostos

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Empresários de Belo Horizonte protestam contra a alta carga tributária retirando tributos dos preços. O movimento conta com o apoio da Abrasel em Minas Gerais

 

 

Mais uma vez os setores de comércio e serviços se unem para mostrar ao brasileiro o quanto ele paga de impostos em tudo que consome. Hoje, dia 2 de junho, empresários da capital mineira e de mais 12 cidades brasileiras venderão produtos e serviços com descontos do valor dos impostos. O objetivo é conscientizar a população sobre a elevada carga tributária que incide sobre produtos e serviços. O protesto, batizado de “Dia de Liberdade de Impostos (DLI)”, já está em sua décima edição, por iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e da CDL Jovem.

O “Dia da Liberdade de Impostos” conta com o patrocínio do Minaspetro e da Carbel Japão, e com o apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel), Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção de Minas Gerais (Acomac), Associação Mineira de Supermercados (Amis), Sindicato e Associação Mineira de Indústria e Panificação (Amipão), Instituto de Formação de Líderes (IFL) e portal Varejo 1.

O evento sempre foi realizado no mês de maio porque esta foi a data em que o brasileiro deixava de trabalhar para pagar impostos. Como este ano o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) projeta um período proporcional ao recebimento de 153 dias trabalhados para que o brasileiro fique quite com o pagamento de impostos, taxas e contribuições, o Dia da Liberdade de Impostos em todo o país será realizado em junho. Em 2015, o período proporcional foi de 151 dias. Na década de 90 os dias médios trabalhados somente para pagar tributos chegavam a 102. Na década de 80 eram 77 dias.

Produtos e serviços sem impostos - Já está confirmada a venda de roupas, tênis, enxoval, cosméticos, óculos, brinquedos, caderno, material de construção, alimentos, produtos veterinários, bicicleta, gasolina e até um carro. A listagem completa das lojas participantes, com os produtos e os preços com e sem impostos está disponível em www.cdlbh.com.br.

Este ano também será vendido um veículo (Nissan March, 1.6, Rio 2016, cor prata) no valor de R$ 39.090,76, com a dedução do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que somam R$ 16.049,24. O veículo com imposto sai pelo valor de R$ 55.140,00.

Como adquirir - Os interessados na compra do carro deverão comparecer hoje, entre 8h e 13h, ao posto Pica Pau onde será comercializada gasolina sem o valor dos impostos, caracterizados com vestimentas e/ou adereços que demonstrem a intenção do protesto diante da alta carga tributária. Eles serão fotografados e avaliados por comissão julgadora que escolherá três caracterizações. O escolhido terá o direito de compra do carro sem o valor dos impostos. A campanha deste ano do Dia da Liberdade de Impostos tem como tema “Imposto não é brincadeira”, e faz alusão ao universo circense.

Gasolina - Como nas edições anteriores, um posto da capital mineira venderá gasolina a R$ 2,094 o litro, ou seja, com o desconto de 41% dos tributos diretos incidentes no produto, pagos pelo patrocinador (Minaspetro - Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais). O posto participante é o Pica Pau (Avenida do Contorno, 10.325, Barro Preto - Belo Horizonte). A ação é limitada a 105 automóveis e 120 motocicletas, mediante ordem na fila e sequência de senhas

Cozinha do Imposto - Nesta edição do “Dia da Liberdade de Impostos” o consumidor também poderá conferir como seria se ele pudesse comprar os móveis e os eletrodomésticos, sem o valor dos impostos, para montar uma cozinha. Para isto, será montado um stand com a representação de duas cozinhas, sendo a primeira com móveis e eletrodomésticos no valor atual e a segunda com os produtos mais caros, que poderiam ser adquiridos pelo mesmo valor caso não houvesse incidências de impostos.

 

Fonte: Falando de Varejo. Leia a notícia na íntegra no site