24/05/2016 - Circuito do espeto promove competição entre 30 estabelecimentos em Belo Horizonte

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Dos mais de 300 estabelecimentos de Belo Horizonte que têm o espetinho como foco, 30 foram escolhidos para o primeiro ano do projeto

 

 

Há quem acredite que espetinho é tudo igual, mas não é. A prova disso é a caprichada variedade gastronômica presente no Circuito do Espeto, primeiro concurso da capital mineira dedicado totalmente àquele petisco assado tão popular em bares e restaurantes.

O evento tem início nesta quarta-feira e segue até o dia 25 de junho. Em disputa, o título de melhor espeteria de 2016. Dos mais de 300 estabelecimentos de Belo Horizonte que têm o espetinho como foco, 30 foram escolhidos para o primeiro ano do projeto.

E os empresários fizeram questão de caprichar, com espetinhos elaborados, apresentados com produtos diferenciados e molhos especiais. O preço máximo dos espetinhos concorrentes é de R$ 7.

 

União

A ideia do concurso gastronômico partiu de quatro jovens empreendedores. A intenção do Circuito do Espeto foi fortalecer o setor, unindo os empresários em torno de um único objetivo: atrair e agradar os clientes. “Em vez de concorrermos, temos que trabalhar juntos para que as pessoas frequentem mais os espetinhos”, afirma Bernardo Gregório, um dos organizadores do projeto.

Segundo ele, unidos os empresários conseguem encontrar soluções econômicas. “Em Belo Horizonte, estão abrindo espeterias de forma desenfreada e estamos tendo problemas com fornecedores. Os preços da cerveja e do espeto subiram muito e é preciso fortalecer a classe para negociar”.

Para escolher os participantes da primeira edição, os organizadores passaram um ano indo a espeterias da capital. Observaram a qualidade da carne e do local. “Escolhemos espeterias sérias, com tudo certo na junta comercial. Vamos mostrar ao público que a espeteria não é uma moda, mas uma ideia que veio para ficar”, completa Bernardo, reforçando que todos os estabelecimentos participantes fizeram alto investimento para criar espetinhos diferenciados para o concurso.

 

Movimentação

Na disputa está o Butchery BBQ, jovem restaurante do bairro de Lourdes que soube atrair um público interessado em uma comida boa e acessível, com um clima de happy hour. “Este evento é uma forma de trazer inovação para o mercado, pois os bares tiveram que buscar uma inovação. Nessa crise, é importante que haja um evento para dar um gás no mercado, incentivar as pessoas a consumirem os espetinhos”, afirma André Prates, sócio-proprietário do Butchery BBQ.

Como espetinho tem sido sinônimo de encontro de jovens e paquera em BH, o bar passou a oferecer algo a mais, além da gastronomia. “Nós colocamos uma música para dar uma movimentada. Antes se ia ao espetinho para ficar sentado, hoje para dançar e tomar um drink”, completa.

 

Democracia

Para o proprietário do Gori Grill, Rafael Gori, as espeterias se tornaram grande sucesso na capital mineira por ser um espaço bastante democrático. “É um lugar em que é possível um milionário consumir o mesmo produto que um assalariado”, diz o empresário do bar do Buritis.

Ele explica que nem todo espetinho é igual. “Varia com a qualidade da carne, o tempero, o jeito de espetar”, explica.

Fique por dentro das novidades do evento através da página no Facebook.

 

Fonte: Hoje em Dia