22/04/2016 - Turistas aprovam bares e restaurantes capixabas, diz pesquisa

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Realizada pela Setur, pesquisa mostra que 81,7% dos turistas aprovam atendimentos nestes estabelecimentos

 

Bares, restaurantes e similares são destaque da pesquisa de Fluxo Turístico da temporada de Verão 2016, realizada pela Secretaria de Estado do Turismo do Espírito Santo (Setur). Dos 1.400 turistas entrevistados, 81,7% aprovaram o atendimento prestado pelos estabelecimentos e 78,9% gostaram da infraestrutura.

O presidente do Sindbares/Abrasel, Wilson Vettorazzo Calil, elogiou o desempenho dos negócios. “Os números revelam que os empresários têm se dedicado a qualificar cada vez mais as casas para receber o público, e que este trabalho dá certo. Por isso, vamos seguir dando suporte aos bares e restaurantes e apoiando as iniciativas de capacitação”, afirmou.

Outro serviço que agradou os turistas foi o dos hotéis e pousadas: 85,6% consideraram a infraestrutura como boa e ótima e 91,9% avaliaram como bom o atendimento dos meios de hospedagem do Estado.

No total, houve um aumento de 41,2% no gasto médio diário do turista que visitou o Espírito Santo na temporada de Verão 2016, ficando em R$ 66,2. No ano passado, o valor registrado foi de R$ 46,89.

Os entrevistados ainda avaliaram positivamente a disponibilidade de Centros de Informação ao Turista: 70,8% entre bom e ótimo. O atendimento também foi considerado positivo: 77,2% entre bom e ótimo. Além disso, 97,1% dos turistas recomendariam o município visitado aos amigos, e 98,3% disseram que pretendem retornar.

 

Planejamento

A pesquisa realizada pela Setur, em parceria com o Instituto Qualitest Pesquisa e Qualificação, rastreou o perfil dos turistas que vieram ao Espírito Santo, observando principalmente local de origem, forma de organização da viagem, avaliação dos passeios e dos destinos escolhidos, gasto médio durante a permanência no Estado e fluxo total de turistas durante o verão.

A gerente de Estudos e Negócios Turísticos, Danielli Nogueira, ressaltou a relevância da pesquisa e dos resultados obtidos. “Monitorar a demanda e o fluxo turísticos do Estado é de suma importância para a elaboração de políticas públicas voltadas à estruturação da atividade turística de forma sustentável”, afirmou Danielli.

Os 1.400 participantes da pesquisa foram entrevistados entre os dias 08 e 20 de janeiro de 2016, em 14 cidades capixabas: Anchieta, Aracruz, Conceição da Barra, Domingos Martins, Guarapari, Itapemirim, Linhares, Marataízes, Piúma, Santa Teresa, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória.

As pesquisas podem ser visualizadas pela população por meio do site http://www.observatoriodoturismo.es.gov.br/

 

Fluxo de Turistas

A quantidade de turistas durante a alta temporada de 2016 foi de 1.592.450, número menor do que o registrado no ano passado, quando 1.783.873 pessoas visitaram o Estado. Em contrapartida, o tempo de permanência médio aumentou de 9,44 dias para 11,9 dias, um crescimento de 26%.

“O menor número de turistas foi reflexo da crise econômica do país, pois muitas pessoas não puderam viajar este ano. Já o aumento no tempo de permanência significa que nossos destinos estão mais atrativos e bem estruturados, e o turista preferiu ficar mais tempo no mesmo local”, explicou o Secretário Estado de Turismo, José Sales Filho.

 

Fonte: Com informações da Assessoria da Abrasel no Espírito Santo