04/03/2016 - Bares e restaurantes contribuem para prevenção ao aedes

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Com o apoio da Abrasel, setor intensifica ações rotineiras de controle do mosquito no ambiente de trabalho com iniciativas que também se estendem a clientes

 

 

O setor de bares e restaurantes, um dos mais requisitados por viajantes no país, intensificou a tomada de cuidados rotineiros para prevenção e eliminação de focos do Aedes aegypti. Esta é a contribuição do segmento para as ações do Ministério do Turismo de combate ao inseto, transmissor de doenças como dengue, vírus Zika e chikungunya.

Em Vitória (ES), a direção do Ensaio Bar, na Praia do Canto, orienta diariamente funcionários para que estejam atentos a possíveis criadouros. O proprietário Rodrigo Vervloet ressalta que, além do cuidado com o ambiente de trabalho, a iniciativa também gera a conscientização de trabalhadores quanto à necessidade de atenção nos seus próprios lares.

“A gente sempre orienta e cobra muito dos funcionários o cuidado com água parada, olhar em cada canto do local e ter atenção com a limpeza. Agora, temos reforçado esse trabalho. O pessoal segue as orientações e as aplica também em casa”, observa.

Na capital federal, André Lima, sócio do Bar Raízes, localizado em uma das ruas mais requisitadas da noite brasiliense (SCLN 408), diz que a preocupação com a prevenção do Aedes é constante. Segundo ele, cada empresário da região monitora a presença de resíduos em local impróprio para evitar a criação de focos.

“Todas as garrafas são esvaziadas e guardadas com tampa. Em nossa região, os empresários têm cuidado, principalmente com o lixo deixado pelas pessoas. Cada dono de estabelecimento cuida de uma determinada área para evitar o surgimento de focos. O pessoal está todo conscientizado”, avalia.

 

RECOMENDAÇÕES

Em Belo Horizonte (MG), a direção do restaurante Maria das Tranças - um dos mais antigos da capital mineira e que possui unidades nos bairros São Francisco e Savassi - realiza rondas periódicas à procura de focos. Ricardo Rodrigues, dono do empreendimento, frisa que a orientação quanto à prevenção também se estende aos clientes.

“Estamos fazendo um trabalho não só com nossos colaboradores, lembrando a importância do combate a focos, como também com clientes. Materiais impressos ficam à disposição dos clientes e a gente os coloca também nas mesas, para ampliar a conscientização”, conta.

 

ABRASEL

A fim de contribuir com a mobilização do governo federal contra o Aedes, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, além de conscientizar filiados quanto à necessidade de cuidados, prepara suas ações como, por exemplo, uma campanha de prevenção em parceria com a companhia de bebidas Ambev.

Paulo Solmucci, presidente da entidade, aposta no trabalho para elevar ainda mais o nível de conscientização. “A Ambev vai colocar 34 mil funcionários para vistoriar estabelecimentos, e estamos trabalhando em peças de divulgação. A gente nota uma sensibilização grande, mas nunca é demais voltar ao tema”, comenta.

 

Fonte: Ministério do Turismo * Para ler a matéria na íntegra, acesse o site.