25/01/2016 - Emprego desaba com falta de oferta de crédito, diz Afif

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Pequenos negócios tiveram saldo negativo de 224 mil vagas no acumulado de 2015

 

As micro e pequenas empresas foram as responsáveis por 14,6% do saldo negativo de empregos no ano passado. Do total de 1,5 milhão de desempregados, os pequenos negócios foram responsáveis por 224 mil demissões. Até novembro, o saldo nesse segmento tinha sido positivo: cerca de 60 mil vagas de trabalho.

“O mês de dezembro sempre apresenta saldo negativo, entretanto, em 2015, os empregos desabaram no último mês do ano”, afirma o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Para Afif, a falta da oferta de crédito para os pequenos é uma das principais causas da grande queda do emprego nas micro e pequenas empresas em 2015. “Não é verdade que a demanda por crédito diminuiu por conta da crise, como disseram os bancos. Foram eles, os bancos, que dificultaram o acesso de quem realmente precisa do dinheiro para que seu negócio possa sobreviver”, ressalta.

Em relação a 2014, a geração de empregos nos pequenos negócios apresentou uma queda de 167%; já nas empresas de médio e grande porte, esse número chegou a 232%. Apenas os setores de Serviços e Agronegócio tiveram saldo positivo. Eles geraram, respectivamente, 161,6 mil e 22,5 mil vagas.

O setor com maior número de demissões foi o da Indústria, que contabilizou, aproximadamente, 213 mil vagas encerradas, seguido pelo da Construção Civil, com 112 mil postos de trabalho a menos, e pelo Comércio, com  82,6 mil cortes.

 

Fonte: ASN - Agência Sebrae de Notícias * Para ler a matéria na íntegra, acesse o site.