17/12/2015 - Intenção de consumo tem melhora em dezembro, após 10 meses de queda, diz CNC

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Os consumidores apresentaram melhora na intenção de consumo após longo período de queda

 

 

Os consumidores melhoraram ligeiramente seu apetite às compras em dezembro. A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) ficou em 76,5 pontos no mês, alta de apenas 0,1% em relação a novembro, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O movimento interrompe dez meses consecutivos de queda, quando a confiança chegou ao menor patamar desde janeiro de 2010, mas foi avaliado pela entidade como estabilidade.

"Apesar de ser uma leve alta na comparação mensal, estatisticamente significa apenas estabilidade no ritmo de queda. É um efeito sazonal, pelo fato de dezembro ser um mês caracterizado pela geração de vagas temporárias e por maiores gastos dos consumidores por conta do Natal", justificou, em nota, a economista Juliana Serapio, assessora Econômica da CNC.

O ICF está 36% abaixo do resultado verificado no mesmo período do ano passado. O índice de dezembro mostrou diferenças na intenção de consumo das famílias segundo a faixa de renda: o nível de confiança das famílias mais ricas, que recebem mais de dez salários mínimos por mês, apresentou alta de 1,9% em relação a novembro; entre as famílias que recebem até 10 salários mínimos, a confiança caiu 0,3%.

O componente que mede a satisfação com o emprego atual é o único que permanece acima da zona de indiferença (de 100 pontos), aos 103,6 pontos, mas está 0,9% menor do que no mês anterior e 20,6% inferior ao mesmo período do ano passado. Segundo a pesquisa da CNC, 30,2% das famílias se sentem mais seguras em relação ao emprego atual.

 

Fonte: R7