27/10/2015 - Primeira fase do Circuito Brasileiro de Degustação encerra com participação de 1,3 mil pessoas

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Evento itinerante que é referência no calendário de vinhos no país passou pelas cidades de Belo Horizonte, Recife e Fortaleza. Próxima etapa ocorre na região Sul, em março de 2016

 

Cerca de 1,3 mil pessoas participaram da primeira etapa do Circuito Brasileiro de Degustação (CBD) 2015. Belo Horizonte (MG), Recife (PE) e Fortaleza (CE) receberam o evento itinerante promovido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), considerado o principal palco de lançamento e apresentação de novidades do setor vitivinícola nacional.  Dezesseis vinícolas, além do projeto Suco de Uva 100% e a Oxford Porcelanas participam deste primeira fase (veja relação de vinícolas em cada capital). A próxima etapa ocorre em 2016, na região Sul, nos dias 1º e 3 de março, nas cidades de Curitiba e Florianópolis.

O CBD 2015 desembarcou na capital mineira no dia no dia 29 de setembro, com a participação de mais de 300 pessoas. A segunda capital a receber o evento foi Recife, no dia 6 de outubro, onde cerca de 400 pessoas lotaram o Arcádia Paço Alfândega. Para encerrar o giro dos vinhos brasileiros, Fortaleza bateu recorde de público, com a presença de mais de 600 pessoas no Salão Mar, do La Maison, no dia 8 deste mês.  Neste ano, o evento repete o formato de 2014, com foco em profissionais, entre eles compradores, chefs, sommelières, lojistas, jornalistas, entre outros.

A sommelière do Ibravin, Silvia Mascella Rosa, palestrou nas três capitais, apresentando os temas Outubro Rosa,  com vinhos e espumantes rosès, e Videiras do Brasil, com informações sobre as diferentes regiões produtoras. Em Fortaleza, a profissional falou sobre a harmonização de vinhos brasileiros com pratos da gastronomia regional, na palestra Chefs e Vinhos.

O presidente do Conselho Deliberativo, Moacir Mazzarollo, valorizou a parceria com a Abrasel como fundamental para o sucesso do evento. “Isso possibilita levarmos os produtos das vinícolas para estas capitais, divulgar os vinhos brasileiros em praças de diversas regiões do país e facilitar a conquista de novos mercados consumidores”, acredita.

A gerente Comercial de uma vinícola gaúcha, Patrícia Poggere, elogiou a organização do evento e concorda que a decisão de focar no trade é acertada, trazendo resultados que podem ser verificados nos meses seguintes à participação.  “O Circuito está consolidado no calendários de vinhos dos estados e a cada ano melhora em qualificação do público. É também uma ótima oportunidade para apresentar novidades da empresa e estreitar relacionamento com clientes e parceiros”, avalia.

O diretor comercial Juliano Carraro destacou a presença de pessoas do interior dos estados, especialmente na etapa de Belo Horizonte, como uma novidade positiva da edição deste ano. Ele acrescentou que o momento de valorização dos vinhos brasileiros, em conjunto com a alta do dólar e o consequente aumento de competitividade dos produtos brasileiros, já traz resultados junto a compradores. “Percebemos um interesse maior por parte do público e uma divulgação mais abrangente do vinho brasileiro.  Vivemos um período com ótimas oportunidades em função de preço e da consolidação da imagem dos nossos produtos”, analisa.

 

Confira as 13 empresas participantes da etapa BH

Casa Valduga, Casa Venturini Vinhos Finos e Espumantes, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Dal Pizzol Vinhos Finos, Domno, Lidio Carraro Vinícola Boutique, Luiz Argenta Vinhos Finos, Miolo Wine Group, Rio Sol, Sanjo, Vinícola Aurora, Vinícola Hermann, Vinícola Salton, Projeto Suco de Uva 100% do Brasil e Oxford Porcelanas S/A.

 

Empresas participantes do Circuito em Recife

Casa Valduga, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Domno, Guatambu Estância do Vinho, Lidio Carraro Vinícola Boutique, Luiz Argenta Vinhos Finos, Miolo Wine Group, Rio Sol, Vinícola Perini, Vinícola Salton, Famiglia Zanlorenzi, Projeto Suco de Uva 100% do Brasil e Oxford Porcelanas S/A.

 

Empresas participantes em Fortaleza

Casa Valduga, Domno, Famiglia Zanlorenzi,  Guatambu Estância do Vinho, Lidio Carraro Vinícola Boutique, Luiz Argenta Vinhos Finos, Miolo Wine Group, Rio Sol, Vinícola Hermann, Vinícola Perini, Vinícola Salton, e Projeto Suco de Uva 100% do Brasil.

 

Fonte: Ibravin