17/04/12 - "Boca a boca" é meio de propaganda mais confiável para o consumidor

Mesmo com os comerciais e os anúncios publicitários cada vez mais criativos, o "boca a boca" ainda é o meio de divulgação mais confiável para o consumidor, revela pesquisa realizada pela Nielsen.

O estudo mostrou que 92% dos consumidores mundiais declararam que confiam nas mídias conquistadas, tais como o boca a boca ou recomendações de amigos e familiares, acima de todas a outras formas de propaganda. O número representa um aumento de 18% desde 2007.

As críticas de consumidores postadas na internet são a segunda fonte mais confiável para informações e mensagens de marcas, com 70% das opiniões dos entrevistados.

Ainda 47% dos entrevistados disseram que acreditam em comerciais na TV e propagandas em revistas e 46%, em jornais. Quase dois terços (58%) dos consumidores confiam nas mensagens encontradas nos websites das empresas, conforme mostra tabela abaixo:

 

Formas de Propaganda

Propaganda Confia pouco ou totalmente Não confio muito ou nda

Recomendações de conhecidos 92% 8%

Opiniões de consumidores postadas na internet 70% 30%

Conteúdo editorial, tais como artigos de jornal 58% 42%

Website de marcas 58% 42%

E-mails que solicitei receber 50% 50%

Comerciais de TV 47% 53%

Patrocínios de marcas 47% 53%

Anúcios em revistas 47% 53%

Outdoors e outras propagandas exteriores 47% 53%

Anúncios em jornais 46% 54%

Anúncios no rádio 42% 48%

Propagandas antes de filmes 41% 59%

Merchandising de produtos em programas de TV 40% 60%

Anúncios em resultados de busca na internet 40% 60%

Vídeos publicitários na internet 36% 64%

Propagandas em redes sociais 36% 64%

Banners publicitários na internet 33% 67%

Propagandas na telas de dispositivos móveis 33% 67%

Mensagens de texto em aparelhos celulares 29% 71%

 

Fonte: Nielsen

 

Investimento publicitário

Mesmo com os números acima, a maior parte do investimento publicitário é destinada às mídias tradicionais ou pagas, tais como a televisão. No ano passado, o investimento publicitário global registrou um aumento de 7%, em comparação a 2010. Esse crescimento do investimento foi impulsionado por um aumento de 10% em comerciais de TV, em países como os Estados Unidos e China, atraindo mais investimento publicitário em comparação ao ano anterior.

 

Fonte: Infomoney