13/08/2015 - Diretor da Sodexo palestra sobre as tendências e comportamentos dos novos consumidores

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Alberto Weisser, diretor de estabelecimentos da Sodexo, apresentou um painel que explorou desde o comportamento dos clientes até as principais tendências de consumo no setor de alimentação fora do lar

 

 

Alberto Weisser, diretor de estabelecimentos da Sodexo, uma das empresas parceiras do 27º Congresso Abrasel, apresentou, na tarde de quarta-feira, um painel que explorou desde o comportamento dos clientes até as principais tendências de consumo no setor de alimentação fora do lar. Com o nome de "Consumidor Millennials: tendências, comportamentos e os desejos de um consumidor em constante mudança", o economista, com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, listou os vários desafios que os empresários de bares e restaurantes devem encarar para se adequarem a um mercado cada vez mais interativo, inovador e digital.

Partindo da fidelização do cliente através de um atendimento cada vez mais atencioso e personalizado até citar as dificuldades da complexidade operacional de se manter um bar ou restaurante, Weisser focou o tema de sua palestra na geração Millennials, também conhecida por “Geração Y”. São os nascidos entre 1980 e 2000, na primeira “era digital”, e que naturalmente possuem um grau de exigência maior, pois têm informação e oportunidades como palavras de ordem.

Os exemplos citados durante o painel foram recolhidos através das visitas feitas pelo diretor de estabelecimentos da Sodexo às feiras americanas de food services, em Chicago, na NRA Show 2015 (National Restaurant Association) e também em Nova York, na Big Show 2015, promovida pela NRF (National Retail Federation).

Citando o advento das criações das redes sociais e a democratização do acesso à internet, Weisser afirmou que o consumidor nunca teve tanto poder como hoje. “O grande ponto dos Millennials se chama customização: eles querem participar do processo de se preparar uma refeição”, disse. Para exemplificar a afirmação, o economista citou como exemplo a rede “Chipotle Mexican Grill”, que segundo ele, é a que, dentro do segmento em que está, possui um maior crescimento. Na Chipotle, a personalização é total, desde a salada às proteínas. “Quando mais o empresário permitir que o consumidor participe do processo, mais engajamento o empreendimento ganhará”, finalizou sobre a geração Y.