22/07/2015 - Curso de Boas Práticas para bares e restaurantes tem mais uma edição em Venâncio Aires (RS)

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Os encontros são destinados aos profissionais que atuam em serviços de alimentação e que realizam atividade de manipulação, preparação, fracionamento, armazenamento, distribuição, transporte e exposição à venda e entrega de alimentos preparados ao consumo

 

Em virtude da grande procura pelo curso de 'Boas Práticas para o Setor Mesa ou Distribuição', a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires(Caciva) agendou para a próxima quinta e sexta-feira, 23 e 24, pela tarde e noite, mais uma edição do treinamento. O curso fornece formação básica nas condições de higiene e manipulação de alimentos, visando a obtenção de produtos seguros à saúde, com custos mais baixos e processos padronizados.

Os encontros são destinados aos profissionais que atuam em serviços de alimentação e que realizam atividade de manipulação, preparação, fracionamento, armazenamento, distribuição, transporte e exposição à venda e entrega de alimentos preparados ao consumo, tais como, cantinas, bufês, comissárias, confeitarias, cozinhas industriais, cozinhas institucionais, delicatéssens, lanchonetes, padarias, pastelarias, restaurantes, rotisserias e congêneres, e também para profissionais que atuam em minimercados e supermercados.

A capacitação atende ao Programa aprovado pelo Centro Estadual de Vigilância e Saúde e após a sua realização o empresário estará apto a elaborar o Manual de Boas Práticas e os procedimentos operacionais relativos ao seu negócio.

Todos os estabelecimentos que tem alguma relação com alimentos necessitam desse treinamento, pois a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) atualizou o Regulamento Técnico de Boas Práticas para os Serviços de Alimentação. Com isso, as boas práticas de serviços de alimentação passam a valer, também, nos serviços de saúde. A atualização, realizada por meio da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 52/2014, de 29 de setembro de 2014, manteve excluído do regulamento os lactários, terapia de nutrição enteral e bancos de leite humano.

Entre as alterações esta a necessidade do responsável pelas atividades de manipulação dos alimentos, que deve ser o proprietário ou funcionário designado, estar devidamente capacitado, sem prejuízo dos casos onde há previsão legal para responsabilidade técnica. A Anvisa exige que o responsável pelas atividades de manipulação dos alimentos deve ser comprovadamente submetido a curso de capacitação, abordando, no mínimo, os seguintes temas: Contaminantes alimentares; Doenças transmitidas por alimentos; Manipulação higiênica dos alimentos e Boas Práticas.

O investimento é de R$ 100 para micro e pequenas empresas, e R$ 130 para os demais interessados. Inscrições pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou pelo telefone 3741 2383 com Manoela. Para quem já havia se inscrito para a turma de agosto, e deseja realizar o treinamento ainda esse mês, deve entrar em contato com a Caciva para fazer a alteração.

 

Fonte: Folha do Mate