15/06/2015 - Donos de restaurante criam eventos para fidelizar clientes

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Com 15 anos de estrada, o SeoRosa conquistou o interior de São Paulo com iniciativas diferenciadas

 

Aos 19 anos, Ricardo Cappucci já estava empreendendo. Foi nessa idade que o administrador de empresas abriu a Cappucci Eventos em Campinas, no interior de São Paulo.

Trabalhando com diferentes marcas, o empreendedor começou a perceber várias carências da região. “Senti falta de um entretenimento mais gostoso, com um bom cardápio, serviço, música. Pensei em unir algumas dessas coisas que achava  que estavam faltando no mercado”, diz.

A partir dessa percepção, Cappucci criou, com seu sócio André Piccoloto, o SeoRosa. Trata-se de um bar restaurante lançado, também em Campinas, em novembro de 2000.

Com um cardápio variado e um expediente flexível, a dupla de empreendedores conseguiu alcançar um público variado, chegando a atender 15 mil clientes mensalmente. No horário do almoço, o SeoRosa serve grelhados e saladas, atraindo executivos e profissionais da região. Durante a noite, o restaurante bar oferece desde pizzas até sanduíches e porções, reunindo casais e famílias.

Além disso, Cappucci e Piccoloto apostam na fidelização dos clientes para fazer o negócio dar certo. Os sócios fazem isso de duas formas: parcerias e eventos. Os dois espaços – atualmente o SeoRosa tem duas unidades em Campinas, uma no bairro do Cambuí e outra no de Gramado - já receberam ações de marcas como Ambev, Hering, Red Bull e Land Rover. Esta última, por exemplo, pode expor seus veículos e fazer test-drives nos SeoRosa.

“É uma coisa muito positiva para a marca, que pode fidelizar seu serviço, para o cliente, que tem uma experiência diferente, e para nós que conseguimos uma nova fonte de receita”, afirma Cappucci.

Com os bons resultados dessas experiências, os empreendedores tiveram a ideia de organizar grandes eventos anuais levando o nome do SeoRosa. Um deles é o Feijoada do Rosa, que no mês de junho reúne cerca de 3 mil pessoas em uma fazenda da região. Outro é a 6K do Rosa, uma corrida que ocorre em dezembro.

 

Aprendendo

Nem tudo foi fácil para os empreendedores. No início do negócio, eles tinham grande dificuldade em lidar com a gestão do negócio, que atualmente emprega 90 pessoas. “Nos dedicamos bastante a organizar a administração, as finanças e os recursos humanos”, diz Cappucci. Para isso, ele e o sócio contaram com a ajuda de uma consultoria. “Corremos atrás para aprender. Isso fez com que ficássemos mais atentos, participando de todos os processos.”

Os frutos foram colhidos ao longo dos anos. Juntas, as duas unidades do SeoRosa faturaram R$ 12 milhões em 2014. No momento, os donos buscam um ponto para abrir o terceiro espaço da marca, mas não têm pressa.

“O foco regional é mais interessante. O nome do nosso produto é um marco da cidade”, afirma Cappucci. “Para mim, é uma satisfação muito grande. Começamos com um negócio pequeno e éramos muito jovens. Tenho bastante orgulho de tudo que conquistamos.”

 

Fonte: Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios