09/06/2015 - Refeição fora de casa ficará 15% mais cara em Campo Grande

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Reajuste nos principais itens da alimentação puxa custo de restaurantes

 

 

Mesmo figurando entre as mais baratas do País em pesquisa da Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert), preço da refeição consumida fora de casa em Campo Grande deve ficar mais salgado para o consumidor neste ano.

Pressionados pelos efeitos da alta da inflação, que chegou ao acumulado de 8,64% em Campo Grande nos últimos 12 meses (dados até abril), restaurantes preparam-se para readequar os preços cobrados por refeição e reajuste deve chegar a 15% na Capital a partir do próximo semestre.

“A perspectiva é de aumento. Muitos restaurantes estão segurando o preço e ‘queimando a gordura’ onde ainda é possível. Se não aumentaram ainda, isso deve acontecer até o mês de julho”, sentenciou Paulo Hans, conselheiro da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel-MS).

 

Fonte: Hoje Mais