05/06/2015 - SP: compra correta de frutas e hortaliças é tema de curso na Embrapa

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Evitar perdas e desperdícios, e melhorar o processo de escolha destes produtos são assuntos do curso

 

As frutas e hortaliças são componentes essenciais no cardápio, pelo valor nutricional e pelo potencial de oferecer diversidade de alimentos, principalmente, às crianças. Mas como escolher corretamente cada uma delas, de acordo com o custo-benefício, tamanho, formato, variedade, textura, sabores e aromas? Essa é a proposta do minicurso sobre o programa Hortiescolha, que será realizado pela primeira vez em São Carlos, no dia 25 de junho, das 8 às 18 horas.

A Embrapa Instrumentação sedia o evento por iniciativa do pesquisador Marcos David Ferreira, que já desenvolve ações para evitar perdas e desperdícios de frutas e hortaliças e agora passa a integrar os esforços para melhorar o processo de escolha destes produtos. "Pensamos em apoiar a ampliação do programa em outros setores da cadeia de alimentos, não ficando restrito apenas à alimentação coletiva, porque acreditamos que o auxílio à caracterização, escolha e controle de qualidade de frutas e hortaliças frescas é muito importante no cardápio da população", diz Ferreira.

O programa foi criado pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), em parceria com a Escola Superior Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O Hortiescolha surgiu justamente da constatação de que, se bem utilizados, os recursos públicos gastos pelos serviços de alimentação escolar na compra de frutas e hortaliças, podem garantir o dobro do alimento no prato, maior quantidade e maior diversidade na alimentação.

Destinado a gestores da alimentação escolar, nutricionistas, gastrônomos, profissionais dos serviços de alimentação, o curso sobre o Hortiescolha contará com conteúdo teórico e prático oferecido por duas pesquisadoras da Ceagesp, a engenheira de alimentos Fabiane Mendes da Camara e a engenheira agrônoma Sabrina Leite de Oliveira. No período de 2009 a 2014, mais de 14 mil profissionais dos serviços de alimentação participaram de atividades para conhecer e implementar as ferramentas do programa.

Os interessados devem fazer a inscrição por meio do endereço www.embrapa.br/instrumentacao.

Os participantes terão a oportunidade de conhecer noções gerais de produção, comercialização e consumo de frutas e hortaliças frescas; de fisiologia de pós-colheita necessários ao manuseio e decisão do ponto de maturação do produto, adequados; compreensão das opções de escolha de frutas e hortaliças frescas- agrupamentos, diversidade de produtos, variedades, tamanho, qualidade e sazonalidade; identificação dos principais problemas enfrentados na escolha (produto, variedade, tamanho, época) na negociação com o fornecedor, na caracterização do produto e na garantia da qualidade de frutas e hortaliças frescas; além de exercitarem a escolha e especificação do produto por variedade, tamanho, qualidade e melhor época de compra.

 

Alimentação em números

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas (Aberc), a alimentação fora do lar está crescendo muito no Brasil - cerca de 18,8 milhões de refeições são servidas a cada dia pelos serviços de alimentação coletiva (autogestão, refeições coletivas e refeições convênio). O Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) atende 43,1 milhões de alunos nas escolas públicas brasileiras – 9 milhões no estado de São Paulo.

 

Fonte: Página Rural