24/04/2015 - Revitalização muda cara do comércio de rua em todo o país

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Vídeos lançados pelo Sebrae mostram sucesso de cinco iniciativas no Paraná, em Santa Catarina e em Minas Gerais

 

 

Um projeto do Sebrae está mudando a cara do comércio de rua de todo o Brasil. Para enfrentar a concorrência dos shoppings e do comércio eletrônico, ruas e avenidas comerciais passam por uma transformação urbanística que, aos poucos, traz os clientes de volta, aumenta a renda e a competitividade dos empresários locais. Graças ao Projeto de Revitalização de Espaços Comerciais, desenvolvido pelo Sebrae e parceiros como prefeituras, instituições públicas e entidades empresariais, uma nova realidade vem sendo criada em 53 municípios de 16 estados brasileiros.

Em 2015, o Sebrae vai investir mais de R$ 18 milhões na iniciativa, que tem previsão de atender mais de 3,7 mil empresas. Para mostrar o sucesso dos projetos, a instituição lançou uma série com cinco vídeos que retratam as mudanças em espaços comerciais que vêm se tornando referência para o resto do país. Cada episódio mostra uma cidade brasileira onde os projetos estão em fase de maior maturidade. Com, em média, cinco minutos de duração, eles contam a história do espaço, mostram como ele ficou depois da revitalização e trazem depoimentos de comerciantes, de clientes e de gestores estaduais do Sebrae.

Os vídeos mostram a revitalização do centro de Chapecó (SC), mais conhecido como Multicentro; as mudanças estruturais e urbanísticas da Rua Vidal Ramos, no centro de Florianópolis; o centro histórico de Curitiba; a Avenida Julio Assis, mais conhecida como Alto da Julio em Francisco Beltrão (PR) e a Rua São José, em Ubá (MG). Curitiba, por exemplo, tornou-se referência por transformar uma área degradada em uma das principais atrações da capital paranaense, melhorando a vida do empresário local.

Entre as ações do projeto estão reformas, adaptações e melhorias em espaços comerciais como feiras, shoppings populares, mercados públicos e ruas tradicionais nos centros das cidades. As mudanças incluem restauração arquitetônica, reformas nas calçadas, criação de jardins, melhorias no trânsito e nos estacionamentos, padronização de fachadas, recuperação da iluminação, e reforço na segurança.

A Revitalização de Espaços Comerciais, no entanto, vai além de medidas no ambiente físico. O Sebrae e as demais entidades trabalham junto aos varejistas questões como o fortalecimento do associativismo para que o empresário não veja no vizinho um rival e sim um parceiro; campanhas de marketing e publicitárias coletivas e capacitação para que o empreendedor aprimore a gestão do seu negócio e melhore o atendimento, trazendo de volta a clientela.

Os vídeos disponíveis no canal do youtube da instituição mostram boas práticas e resultados das iniciativas e servem de referência para projetos já em execução e também sensibilizam para a proposição de novas propostas de revitalização. Cidades que queiram se candidatar a participar do projeto podem procurar o ponto de atendimento do Sebrae mais próximo. Para serem colocados em prática, os projetos devem ter elevado nível de adesão da classe empresarial e do poder publico local.

 

Fonte: Agencia Sebrae