02/04/12 - Projeto de lei quer fim das imagens ilustrativas nas embalagens

Muito comum nas embalagens de alimentos, a frase "imagens meramente ilustrativas" pode ser proibida, caso um projeto de lei seja aprovado no Congresso Nacional. Tramitando na Câmara dos Deputados, desde o dia 9 de fevereiro, a proposta 3.187/2012 prevê, na verdade, a proibição de fotos que não correspondam à realidade e equipara essa prática à propaganda enganosa.

O projeto acrescenta ao Artigo 30 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) o seguinte parágrafo único: "É vedada, em toda informação ou publicidade, a utilização de imagens meramente ilustrativas que não expressem com exatidão o produto ou serviço apresentado".

"Passamos a equiparar a utilização desse tipo de imagem à prática de divulgação de publicidade enganosa, possibilitando, assim, que as autoridades punam aqueles que tentam ludibriar o consumidor por meio de imagens que não condizem com a realidade", disse o deputado Francisco Araújo (PSD-RR).

Empresas se poscionam

Procuradas pelo EXTRA, as empresas citadas na matéria “Todo dia é 1º de abril nas fotos das embalagens” se pronunciaram sobre seus produtos testados.

Bob’s - A Rede Bob´s esclarece que a fotógrafo, do jornal Extra, retirou o sanduiche de dentro da caixa e colocou o mesmo em cima da mesa para fotografar. O profissional ainda se deslocou, com o sanduiche na mão, para o segundo andar da loja antes de fazer a foto. A empresa informa que irá apurar o ocorrido e se necessário reforçara o treinamento dos funcionários.

Forno de Minas - A Forno de Minas esclarece que para obter o folhado com a aparência e com o tamanho padrão, crocante por fora e macio por dentro, deve-se seguir o modo de preparo descrito na embalagem, em forno convencional ou elétrico. Na embalagem também são colocadas algumas dicas, como “não use forno de micro-ondas”.Para definir o melhor modo de preparo, são realizados vários testes. O melhor deles passa a ser a maneira oficial e é impressa na embalagem. Durante todo o processo de fabricação são realizados controles onde são verificadas características como: crescimento, textura, sabor e aparência em geral. Os controles são registrados e caso o produto esteja fora dos padrões os mesmos são retidos. A característica relatada pelo jornal Extra pode ocorrer em decorrência de falhas no modo de preparo. É importante verificar:- Quantidade de unidades por bandeja; - Temperatura inicial do forno; - Tempo total de assamento; A manutenção do forno também é de extrema importância. Isso pode ser observado no tempo total de assamento, como por exemplo, quando o folhado demora a assar, a temperatura pode estar baixa e o produto não vai crescer. Entretanto, se todos os procedimentos acima foram seguidos à risca e o resultado não foi o mesmo retratado na embalagem, a empresa disponibiliza uma promotora de vendas para auxiliar no correto assamento. Ainda assim, se o problema persistir, a empresa pode recolher o produto e avaliar internamente se houve alguma falha na produção.

Giraffa’s - Apesar de ser uma foto de divulgação, a nossa preocupação é manter sempre em nossa peças publicitárias um padrão de elevado respeito aos nossos clientes; isso naturalmente implica em não distorcer as fotos, utilizando em estúdio os próprios produtos." (Luciana Morais, diretora de Marketing do Giraffas).

KFC - A empresa informa que vai apurar o ocorrido e, caso seja necessário, reforçará o treinamento dos funcionários.

Massaleve - A embalagem da panqueca de frango aos molhos 500g marca Massaleve menciona a expressão FOTO ILUSTRATIVA em seu painel principal com o objetivo de elucidar a nomenclatura do produto e proporcionar o seu reconhecimento pelo consumidor no momento da compra, uma vez que a categoria de pratos prontos congelados oferece diversas opções no ponto de venda.

McDonald’s - A rede segue rígidos padrões de qualidade e segurança alimentar em todos os seus restaurantes. A empresa também reforça que não foi registrado nenhum comentário sobre o produto no restaurante e se coloca à disposição da reportagem e dos consumidores para qualquer esclarecimento, seja pessoalmente em qualquer restaurante ou por meio do site www.mcdonalds.com.br.

Seara - O teste realizado no Filé de Frango à Parmegiana Seara - o qual infelizmente não tivemos a oportunidade de acompanhar - gerou a oportunidade de conhecer ainda mais o desempenho deste produto. Com base nas informações fornecidas pelo Jornal, acreditamos que possivelmente possa ter ocorrido uma situação pontual, já que a linha de produção tem início no processo de empanamento do filé de frango, seguido da colocação do queijo e finalizando com a inclusão do molho de tomate.

Todos os processos e ingredientes são acompanhados e vistoriados pela nossa equipe de controle de qualidade e também pela equipe de inspeção federal (SIF). Apenas após a inspeção o produto é liberado para o congelamento, armazenamento e distribuição. Esclarecemos que as fotos das embalagens dos produtos Seara não são produzidas com a intensão de enganar o consumidor, mas de apresentar o melhor resultado visual que se pode obter com o produto.

Todas as embalagens da Seara trazem a menção ou “Foto Ilustrativa” ou “Sugestão para Servir”. Aproveitamos a oportunidade para informar que o Filé de Frango à Parmegiana Seara ganhará uma nova formulação a partir do próximo mês. Em resumo, nosso processo de melhoria contínua de produtos encontrou uma nova formulação, que deixará o frango à parmegiana ainda mais saboroso.

 

Fonte: Extra