30/03/2015 - Redes de fast-food expandem e já estão presentes em todas as regiões de Sorocaba

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Grandes redes disputam o espaço urbano com estabelecimentos menores da cidade

 

Tradicionalmente localizadas nas regiões sul e centro de Sorocaba (SP), as redes de fast-food estenderam seu campo de ação para as zonas norte, leste e oeste. Atualmente existem 37 restaurantes das grandes redes de fast-food em Sorocaba, que podem ser encontrados por toda a cidade. Grandes redes como o McDonald's e o Habib's disputam a preferência dos consumidores e o espaço urbano com redes menores, nas praças de alimentação e corredores comerciais.

Ao longo da avenida Itavuvu, principal eixo da zona norte, existem seis empreendimentos desse tipo. Há dois McDonald's (sendo um deles no interior do shopping Cidade) e o mesmo ocorre com restaurantes do Bob's. Já o Burger King conta com uma unidade dentro do Plaza Shopping Itavuvu. Para quem prefere deixar o hambúrguer de lado há também um Habib's que começou a funcionar em 2014 na avenida. Ainda para o primeiro semestre do ano o Ragazzo pretende inaugurar um novo restaurante nesta região. De acordo com a assessoria de imprensa da rede, a nova unidade será especializada na culinária italiana e deve gerar 40 novos empregos diretos. Quem passa pela avenida São Paulo, na zona leste ou então na Armando Pannunzio, zona oeste, também conta com opções para uma refeição rápida.

O McDonald's conta com 19 unidades na região, sendo 12 em Sorocaba, três em Itu, duas em Indaiatuba, uma em Boituva e uma em São Roque, totalizando 43 pontos de venda, que incluem McCafés e Centros de Sobremesas. Claudio Costa, proprietário dessas lojas, conta que Sorocaba atinge a 14ª posição entre municípios com maior número de McDonald's no Brasil, ao lado de Fortaleza (CE) e à frente de 15 capitais, entre elas Goiânia e Florianópolis. Um dos motivos deste "sucesso" é devido a boa localização, visto que a cidade fica a 90 km de São Paulo e é interligada pelas Rodovias Castello Branco e Raposo Tavares. "Os elevados índices de desenvolvimento atraem novos investimentos para a cidade, o que possibilita uma excelente qualidade de vida e torna o cenário mais atraente", afirma o empresário.

Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Sorocaba já é a 10ª cidade paulista em potencial de consumo e a 31ª no ranking brasileiro e por conta disso, afirma Costa, cada vez mais surgem empresários interessados em investir na cidade. "Quem ganha é o consumidor, que tem mais opções de serviço", conclui.

 

Redes menores

Além das opções mais conhecidas pelos consumidores, há também as pequenas redes de franquia, que segundo Marcus Rizzo, consultor e sócio da Rizzo Franchise, vem dominando o mercado em Sorocaba. "Mesmo com muitos restaurantes neste segmento, o mercado não está saturado e há espaço para novos empresários", afirma. Ele destaca que Sorocaba é um dos maiores mercados do Estado e para garantir o sucesso do empreendimento é necessário "muita atenção ao escolher a localização, pois não basta ter bastante gente no local, é importante definir e encontrar um público alvo".

O consultor afirma que há redes de fast-food de pequeno, médio e grande porte e o valor das franquias podem variar de R$ 50 mil a R$ 5 milhões. "Na hora de decidir sobre o novo negócio é extremamente importante que o empreendedor escolha algo que ele se identifique, ainda mais se for uma pequena rede, pois com certeza ele precisará trabalhar todo dia neste local", aconselha.

"Redes menores" ocupam, em sua maioria, as praças de alimentação de shoppings, mas há também opções de lojas de rua. A rede de franquias Ponto da Esfiha conta atualmente com dois restaurantes em Sorocaba, um na avenida Ipanema e outro na rua Cel. Nogueira Padilha. Outra franquia do ramo de fast-food que vem crescendo na cidade é o Big X Picanha, um dos integrantes da Associação Brasileira de Franchise (ABF), que conta hoje com dois restaurantes na cidade, sendo um no Shopping Cidade e outro no Pátio Cianê Shopping. Segundo dados da ABF, uma franquia desta rede, que atualmente conta com 40 unidades em todo o país, custa entre R$ 200 mil e R$ 650 mil.

 

Fonte: Portal Cruzeiro do Sul