27/03/2015 - Setor de bares e restaurantes no Ceará deve ter incremento de 3% em 2015

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

No 22º Encontro Regional Abrasel, presidente executivo comenta sobre projeções do setor

 

Beneficiado pelo turismo e pela grande quantidade de feriados deste ano, o setor de bares e restaurantes em Fortaleza e em outras cidades litorâneas deve ter um crescimento real (acima da inflação) de até 3% em 2015, considerando-se que e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche este ano na casa dos 8%. O número corresponde ao triplo da que é prevista para a média de expansão nacional neste ano (1%) para o segmento.

As projeções de crescimento são do presidente executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci. O representante da entidade esteve presente no 22º Encontro Regional da Abrasel. O evento ocorreu no Hotel Vila Galé, localizado na Praia do Futuro, de terça a quinta-feira (24 a 26 de março). Foram oferecidos palestras, workshops e fóruns de discussão sobre empreendedorismo para um público de cerca de 2.500 pessoas.

"O setor de bares e restaurantes representa 35% do Produto Interno Bruto (PIB) do turismo e 50% dos empregos do turismo. Quando o turismo vai bem, nós também vamos", destaca o executivo.

 

Oportunidades

Solmucci ressalta que o setor vem conseguindo "enxergar algumas oportunidades" diante do cenário econômico nebuloso pelo qual o País passa, que inclui a previsão de estagnação ou até mesmo recessão econômica em 2015.

"O dólar mais caro está desestimulando a saída do turista para fora do País e facilitando o desenvolvimento do turismo interno. Além disso, há cada vez menos pessoas com empregadas domésticas e, assim, a alimentação fora de casa tem crescido nos bairros e não apenas nas áreas turísticas", ressalta Solmucci.

 


De acordo com a Abrasel, a expectativa de crescimento para AFL no Ceará corresponde ao triplo do previsto para a média de expansão nacional no setor

 

Desafio

Para ele, o grande desafio atual do ramo empresarial é fornecer preços acessíveis aos clientes. "Nós temos que achar uma equação que dê lucro e ofereça um produto de qualidade a um preço que não supere os R$ 20 para a refeição", defende.

O setor de bares e restaurantes no Brasil fechou o ano de 2014 com 1,6% de crescimento real e faturamento de R$140 bilhões. A projeção para este ano é de que o segmento tenha ganho de R$ 153 bilhões.

 

Novo presidente no Ceará

Na solenidade de encerramento do 22º Encontro Regional Abrasel aconteceu a posse da nova presidência da seccional no Ceará, agora capitaneada por Rodolphe Trindade. Na ocasião estiveram presentes personalidades do trade turístico regional e nacional que puderam compartilhar os primeiros passos da nova gestão que se estende até 2017. O novo presidente da Abrasel Ceará fez questão de agradecer à todos os diretores executivos e presidentes das seccionais Abrasel que prestigiaram a solenidade.

"Fico muito lisonjeado de poder estar à frente da Associação e nosso objetivo é representar da melhor forma possível o setor de alimentação fora do lar. Juntos somos mais fortes e conto com o apoio de todos para desenvolvermos um excelente trabalho para a sociedade", pontuou Rodolphe.

 

Fonte: Diário do Nordeste