12/03/2015 - Restaurantes de Fortaleza investem em Gastronomia saudável

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Eles encontraram na sustentabilidade uma oportunidade para cuidar e promover a saúde e o meio-ambiente, a partir de um cardápio diversificado

 

Reunir sabor, qualidade e sustentabilidade. Esse é o objetivo de um projeto inovador, criado pelo Regional Fortaleza do Sebrae Ceará e que, desde setembro de 2013 reúne dez restaurantes do Centro da capital cearense.

Tendo como foco este novo conceito, esses empreendimentos inovadores abriram suas portas com ações voltadas para a eficiência energética, reaproveitamento alimentar, redução e compensação de emissão de carbono e, principalmente, criar novas receitas, com composições mais equilibradas e insumos adquiridos diretamente dos produtores da Agricultura Familiar.

Assim, o Projeto “Gastronomia Mais Sustentável” acabou transformando-se em um movimento em que os empreendedores  participantes procuram garantir a recuperação e a conservação dos recursos naturais e o fomento a modelos sustentáveis de produção, além da melhoria da qualidade de vida, em harmonia com o equilíbrio ambiental.

Segundo Mirtes Cavalcante, gestora do projeto, “A médio prazo, a meta é incentivar a construção de produtos com identidade cultural e ecológica, e que sejam promotores, não só do desenvolvimento humano mas que ajudem a permanência do agricultor familiar no meio rural, sendo uma garantia da sobrevivência dos cinturões verdes, da melhoria da qualidade da água, da diversidade da produção e do fácil acesso do consumidor final a produtos agrícolas de qualidade,” explica.

Além disso, o fato dos restaurantes do projeto adquirirem diretamente dos agricultores, fomenta a economia, preserva o meio ambiente e promove o desenvolvimento sustentável do meio rural, desde a extração da matéria-prima até o descarte final dos resíduos pós-consumo.

É o que explica Regina Lúcia Lima, dona do Espaço Gourmet, localizado na Rua Senador Alencar, e que foi uma das primeiras a aderir ao projeto. Hoje, ela reconhece que esse maior envolvimento com a sustentabilidade mudou a forma com que ela passou a ver a própria atividade. “Mudou a minha visão. A gente percebe como a alimentação saudável é importante e passa a pensar diferente. Passa a ver a importância de fazer a nossa parte dentro desse processo de se preocupar com o nosso corpo”.

E ela conta que a clientela mudou junto. “Muita gente passou a pensar na sua alimentação de outra forma, depois que mudamos a nossa filosofia de trabalho. Temos até clientes que fizeram redução do estômago, por exemplo, e que encontram aqui uma opção, numa região como o Centro, onde alimentação saudável e balanceada não é comum”, esclarece.

 

Fonte: Agência Sebrae de Notícias