05/03/2015 - Gastronomia com memória e tradição

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Vencedor do Comida di Buteco de Salvador, em 2014, o Caranguejo do Pascoal tem seu cardápio focado na comida típica da região

 

Salvador, a terra do axé e de todos os santos, possui uma culinária com sabores marcantes. A origem da maioria dos pratos é africana, tendo como ponto forte os temperos de sabores intensos, tais como a pimenta, o azeite de dendê e o leite de coco. Outra vocação são os peixes e frutos do mar. Diante das opções, o Caranguejo do Pascoal prepara seu cardápio usando o que a Bahia tem de melhor. Não é à toa que o estabelecimento venceu o Comida di Buteco 2014 da cidade.

O bar, hoje administrado pelos quatro irmãos: Beja, Luciana, César e Jorge Mário Palma Gomes, além da mãe, dona Lourdes, ganhou o festival com o prato “Bebé com Caymmi”. Jorge foi o responsável pela criação do tira-gosto e do seu curioso nome. O petisco é composto por filé de camarão, caranguejo catado e bacalhau desfiado, acompanhado de geleias de pimenta com limão e maracujá.

Além dos cuidados na preparação da receita, Jorge explica que a apresentação do prato também teve atenção especial. O tira-gosto é levado à mesa montado em uma charmosa jangada, com direito a vela e um chapeuzinho de palha preso na lateral. Os molhos especiais são servidos em cumbucas de louça decoradas com itens da composição – sementes de maracujá e lascas de limão. “Os estabelecimentos baianos não davam muita importância para a decoração dos pratos. Acredito que a partir da próxima edição do festival, os empresários ficarão mais atentos a esse item”, analisa.

Em relação ao nome do prato, Jorge lembra que foi uma dupla homenagem: à sua tia Bebé e ao centenário de Dorival Caymmi. “Minha tia Bebé, irmã do meu pai Pascoal, foi a matriarca da família. Ela criou tanto meu pai quanto a minha mãe. Sentia que estava devendoisso a ela, que preparava receitas maravilhosas com frutos do mar, de forma bem artesanal. Como 2014 foi o ano em que Caymmi, que é daqui de Itapuã, completaria cem anos, achei que o nome tinha tudo a ver”, explica.

Além de fazer a criativa homenagem, Jorge ressalta que preferiu fugir da tendência que a maioria dos outros 30 botecos – que participaram da competição em 2014, na capital baiana – resolveu seguir. Como o ano foi de Copa do Mundo, os petiscos foram batizados com nomes que faziam referência ao Mundial.

 


Jorge foi o criador do prato que venceu o festival em Salvador

 

Participações anteriores

Embora exista desde 1994, o Caranguejo do Pascoal passou a participar do festival em 2012. “Quando começou o Comida di Buteco em Salvador, em 2007, víamos notícias sobre o evento nos jornais, revistas e na televisão. Tínhamos curiosidade e fomos, inclusive, visitar alguns dos botecos participantes. Desde o começo havia a vontade de participar”, lembra Jorge.

Depois de alguns anos, segundo o empresário, os clientes começaram a acessar o site do evento e indicar o boteco para participar do festival. O primeiro contato dos organizadores aconteceu em 2011, porém a participação só ocorreu no ano seguinte. “Entramos, no festival, curiosos em saber como seria a nossa aceitação. Começamos a receber um público mais exigente, pessoas envolvidas no espírito do evento, que nos visitavam e sabiam avaliar o bar de acordo com as regras”, explica Jorge.

Em 2013, o Caranguejo do Pascoal levou o sexto lugar do Comida di Buteco. Após a vitória em 2014, o empresário segue com boas expectativas para o festival de 2015, mas também com cautela. “Em 2015, teremos um evento ainda mais competitivo. Botecos de renome devem participar e vamos manter nossa culinária de raiz. Teremos mais um homenageado e, como sempre, farei o prato com o coração, colocando emoção.”

O empresário destaca que, desde a primeira participação do Caranguejo do Pascoal no Comida di Buteco, muitas foram as mudanças verificadas no estabelecimento. “Foi sensível o aumento do movimento, faturamento e visibilidade. São muitas ações somadas nas redes sociais, imprensa, televisão, em grupos e caravanas que visitam os bares. A movimentação criada é muito grande”, ressalta.

 

SERVIÇO

Caranguejo do Pascoal

Salvador

Endereço: Rua Olhos D’água, 128 – Itapuã

Telefone: (71) 3249-4360

Horário de funcionamento: de quarta à sexta-feira de 17h às 23h30; sábado de 11h às 23h30; domingo e feriado de 11h às 19h

 

Fonte: Revista MNMV nº12 *Matéria na íntegra disponível na versão impressa