11/02/2015 - Lazer é o que mais traz gastos para o consumidor

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

De acordo com a pesquisa, entre os maiores gastos mensais estão despesas com restaurantes, bares, boates e viagens de fins de semana

 

Idas ao cinema, boates, bares e restaurantes custam em média R$ 389 por mês aos brasileiros que direcionam despesas ao lazer. A categoria de consumo é a que traz mais gastos mensais para o bolso do consumidor, revela a pesquisa realiazada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pelo portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.

No ranking de gastos mensais com atividades de lazer, as viagens de fim de semana aparecem em primeio lugar , com gastos médios de R$ 425. Já em segundo lugar surgem as saídas para boates (R$ 320), seguidas pelas idas a restaurantes sofisticados (R$ 301) e pelas idas aos restaurantes do dia a dia (R$ 247). Em quinto lugar se destacam as saídas para bares (R$ 174).

Sensação de felicidade e realização foram os fatores apontados por 80% dos entrevistados na decisão de compra. Culpa e tristeza foram as itens menos citados, apontando por 8% dos pesquisados.

Gastos com produtos em geral (roupas, calçados, acessórios e outros) custam R$ 223 por mês e serviços (telefonia móvel, tevê a cabo, plano de saúde e outros) consomem em média R$ 137 por mês.

O estudo foi realizado junto a 620 pessoas maiores de 18 anos, de todas as 27 capitais brasileiras.

 

Valor médio ressalta diferenças entre classes sociais

Com relação ao perfil socioeconômico, o estudo aponta algumas diferenças significativas: para 43% dos entrevistados das classes A e B, as experiências de lazer constam entre as categorias com maiores gastos. Já entre os consumidores das classes C, D e E, este percentual é de 30%.

O mesmo ocorre com as viagens de fim de semana. Para os entrevistados das classes A e B, os gastos mensais com viagens de fim de semana são de R$ 573, enquanto que na Classe C, D e E, essas despesas são de R$ 281.

A ida a restaurantes com familiares e amigos também aponta disparidade semelhante em relação ao ticket médio mensal: R$ 348 nas classes A e B e R$ 178 na Classe C, D e E. Somando os gastos com viagens de fim de semana e idas a restaurantes do dia a dia, observa-se que os entrevistados mais abonados gastam o dobro em relação aos consumidores das classes C, D e E: R$ 921, contra R$ 459.

 

Fonte: O Povo Online