27/01/2015 - Alimentação fora de casa cresce e beneficia franquias do setor

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

 

Bons números do setor apontam oportunidades a serem exploradas

 

A alimentação fora do lar foi incorporada ao dia a dia da maioria dos brasileiros, que notam também crescimento significativo na oferta de estabelecimentos. A proliferação de restaurantes é endossada pelo levantamento feito pelo IBGE, que afirma que 40% dos brasileiros não se alimentam em suas residências pelo menos em algum momento do dia, o que se torna promissor para os empreendedores que atuam nesse segmento.

Pesquisa da consultoria ECD aponta, ainda, que a população brasileira gasta em média 30% do orçamento destinado à alimentação em refeições fora do lar. Embora o crescimento na demanda amplie também a quantidade de estabelecimentos comerciais para atender este público, para Roberto Silvestrini, diretor de expansão da Temakeria Makis Place, rede com 120 unidades distribuídas pelo Brasil e Estados Unidos, “há muitas regiões que são pouco exploradas no segmento e, ainda, reservam espaços significativos para serem exploradas”.

Com a quantidade de centros empresariais e prédios comerciais sendo lançados, além da inauguração de shopping centers, é natural que os bairros tenham uma demanda ainda maior por serviços como alimentação e serviços. “Com estas opções, para o empreendedor localizar pontos atrativos se tornou uma tarefa menos árdua que há alguns anos”, ressalta o diretor.

 

Verão faz crescer também a preocupação com a alimentação saudável

Além de ampliar a parcela da população que se alimenta fora de casa, nos dias de calor cresce também a preocupação do consumidor com a alimentação saudável. “Notamos que o consumidor está ainda mais atento com a saúde e eliminar refeições gordurosas é um desejo comum, principalmente dos jovens quando o verão se aproxima”, enfatiza Silvestrini.

 

Fonte: Brandpress