12/11/2014 - Raí e Leonardo: unidos agora pelo social

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Fundação Gol de Letra, projeto idealizado pelos dois jogadores, oferece nova perspectiva a jovens do Rio de Janeiro e São Paulo

 

A vontade de criar a Fundação Gol de Letra nasceu, inicialmente, por meio da minha amizade com o também jogador Leonardo, nos tempos que jogamos juntos no São Paulo, no Paris Saint Germain e na Seleção Brasileira. Naquela época, costumávamos conversar sobre as questões sociais do Brasil e em como poderíamos contribuir para o futuro dos jovens.

O que sempre nos impressionou foi o sistema educacional francês. Minha filha estudava na mesma escola que a filha da faxineira da minha casa e nós queríamos, e ainda queremos, isso para o Brasil. Assim, pensamos em uma organização que oferecesse para crianças e jovens da periferia uma segunda perspectiva de futuro, diferente daquela determinada pelo meio em que nasceram e foram criados, sem que para isso dependessem de um talento especial, como acontece em poucos casos com o futebol. A partir daí, a vontade foi aumentando, a ideia foi tomando forma e os primeiros passos começaram a ser dados.

Durante alguns anos, visitamos outros projetos para tentar formatar um modelo eficiente. Para isso, contamos com a ajuda importante de diversas organizações, como a Fundação Abrinq e o Instituto Kellogs. Finalmente, a fundação nasceu em 1998 com o objetivo de dar outra perspectiva de vida para crianças e jovens de comunidades socialmente vulneráveis.

Para transformar o projeto em realidade, o governo do estado de São Paulo concedeu um espaço no bairro da Vila Albertina, na Zona Norte da cidade. No local, anteriormente, funcionava uma escola que foi desativada em função da violência. Depois de conseguirmos o espaço, fizemos uma reforma em todo o prédio e, em 1999, abrimos as portas atendendo cem crianças.

Hoje, a Fundação realiza atendimento direto em duas unidades: no espaço em São Paulo e no bairro do Caju, no Rio de Janeiro. Ao todo, são aproximadamente 1,3 mil crianças, adolescentes e jovens atendidos. Além disso, trabalhamos com a disseminação da metodologia, capacitando profissionais de organizações em outras comunidades, o que multiplica a forma de atuação.

 

IMPORTÂNCIA DO PROJETO

Apesar de focada no esporte, a nossa missão não é buscar talentos, nem formar atletas. Utilizamos o esporte e os valores que representa como ferramenta de educação. A prática esportiva inclusiva e participativa incentiva os jovens para que dêem suas opiniões, resolvam os conflitos pelo diálogo, tenham uma visão crítica e passem por situações de desafio e êxito.

Procuramos atender as famílias e atuar em rede com outras instituições da comunidade, para criar um contexto de proteção social que favoreça o desenvolvimento desse trabalho. A ideia é formar cidadãos conscientes e oferecer a oportunidade de melhorar suas vidas.

A Gol de Letra é a realização de um velho sonho, um projeto de vida. Representa minhas convicções em teoria e prática. Um eterno aprendizado. É uma satisfação tremenda poder dividir energia, conhecimento, recursos e todas as oportunidades que a vida me deu, dentro e fora de campo.

 

Fonte: MNMV nº10 *Matéria na íntegra disponível na versão impressa