20/10/2014 - Setor de alimentação é o preferido dos interessados em franquias

CLIPPING - NOTÍCIAS DOS PRINCIPAIS VEÍCULOS DO PAÍS

 

Mais da metade de eventuais franqueados elege o segmento como o melhor para empreender

 

 

A consultoria Rizzo Franchise divulgou um relatório que mostra o perfil dos empreendedores com vontade de abrir uma franquia. O levantamento foi realizado a partir das fichas de cadastro de 2156 pessoas nos sites de 187 redes. A pesquisa mostrou que o setor de alimentação – fast food e saudável – é o preferido dos interessados no franchising .

 

O setor mais lembrado no levantamento é o de fast food, eleito como favorito em 29,98% dos formulários. O mercado de alimentação saudável é o terceiro colocado da lista e foi lembrado por 22,82% dos empreendedores. Em segundo lugar, estão as lojas de vestuário, preferência de 26,17% do total. Vale ressaltar que o eventual franqueado pôde assinalar mais de uma opção na pesquisa.

 

O relatório também mostra que mais da metade dos candidatos – 51,63% deles , para ser mais exato – tem entre 31 e 45 anos. A proporção entre homens e mulheres interessadas em uma franquia é razoavelmente equilibrada: 53% dos cadastros foram respondidos por pessoas do sexo masculino. Do universo total de análise, 64% são casados.

 

Segundo o levantamento da Rizzo, 53% dos interessados ganham entre R$ 3,1 mil e R$ 7,5 mil por mês. Quanto ao capital disponível para investir, 65% têm um montante que varia entre R$ 51 mil e R$ 120 mil.

 

 

Família

 

Um dos chavões mais repetidos no franchising é o do marido que compra uma unidade para a esposa. Segundo a pesquisa, no entanto, não são muitos os que têm a intenção de dar uma franquia de presente para alguém, já que 88,49% dos interessados querem ser os donos do negócio e apenas 7% pensam em passar a operação para o cônjuge. Por outro lado, a família é sempre bem-vinda: 79% dos interessados querem familiares trabalhando na empresa.

 

 

 

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios Online